Marcas Globais, destinos turísticos e mercado imobiliário em discussão dia 29

Por a 8 de Novembro de 2018 as 16:26

A Essentia, empresa de consultoria e gestão de projecto nas áreas da Reabilitação Urbana, do Imobiliário de nicho, da Hotelaria e Turismo Sustentável, bem como no Território de Redes de Cultura e de Lazer, vai realizar uma Conferência Internacional, trazendo reconhecidos players nacionais e internacionais, para abordar o tema: “Marcas Globais, destinos turísticos e mercado imobiliário. … como tirar o melhor partido desta relação? A Conferência decorre no próximo dia 29 de Novembro, na Estufa Real, na Ajuda, em Lisboa, entre as 8h30 e as 18h.

Miguel Frasquilho presidente do Conselho de Administração da TAP;  Georg Klusak, co- founder and managing partner of Institutional Investment Group;  Nuno Galvão Pinto, Regional Vice President Development Europe & North Africa – Hyatt; Julian Miebach, Group Manager Development – Ruby Hotels; Kike Sarasola, CEO – Room Mate; Gerard Greene, Founder & CEO – Society; Joaquín Ausejo, President – Alma Hotels; Daniel Traça, Nova SBE campus; Begoña Íñiguez, Journalist and Ex president – Foreign Press Association in Portugal; José Roquette, Chief Development Officer do Pestana Hotel Group; Vera Gouveia Barros, economista e autor do “Turismo em Portugal” José Mateus, Partner – ARX Portugal ; Samuel Torres de Carvalho,  Owner – STC Arquitetura e Pedro Reis, Owner – PRA , são alguns dos oradores presentes.

Segundo José Gil Duarte, Founder & CEO da Essentia, “assumimos a nossa responsabilidade, desde logo, em contribuir para identificar os factores impulsionadores de crescimento nos sectores em que actuamos e em ajudar a juntar as peças avulsas e criar um modelo de crescimento sustentável e diferenciador que possibilite a Portugal colocar-se num patamar de qualidade e de alternativa diferenciadora, seja no turismo, hotelaria, na construção ou no imobiliário”.
A Essentia está a coordenar alguns dos projectos mais emblemáticos para a cidade de Lisboa, que abrangem cerca de 76.500 metros quadrados para reabilitar na capital portuguesa, distribuídos por 11  empreendimentos nos locais mais desejados da capital portuguesa, que vão nascer a partir de imóveis históricos, palácios e palacetes, que esperam por reabilitação e novos destinos, desde habitação ao turismo, entre eles o conhecido Quarteirão da Portugália, com assinatura do atelier ARX.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *