Futuro do Turismo do Porto e Norte vai ser decidido em reunião com a tutela

Por a 25 de Outubro de 2018 as 17:04

O vice-presidente do Turismo do Porto e Norte de Portugal (TPNP), Jorge Magalhães, disse esta quinta-feira, 25 de Outubro, que o futuro da entidade regional de turismo vai ser decidido numa reunião a realizar “em breve”, entre os órgãos sociais do TPNP e a tutela.

De acordo com a rádio Alto Minho, Jorge Magalhães falou aos jornalistas à margem da apresentação da próxima edição da iniciativa “Domingos Gastronómicos”, que decorreu em Esposende, e não descartou nenhum cenário, incluindo o de demissão dos órgãos sociais da entidade, na sequência da Operação Éter, que deteve o presidente e mais duas colaboradoras do TPNP, por suspeitas de corrupção.

“Não quero adiantar nenhum cenário porque todos eles são compagináveis”, disse o responsável, considerando que o futuro vai ser decidido de uma forma partilhada, entre os órgãos sociais do TPNP e a Secretaria de Estado do Turismo.

O vice-presidente da entidade regional de turismo disse ainda à rádio Alto Minho que a Comissão Executiva do TPNP está à espera de conhecer as medidas de coação para avançar para a marcação da reunião.

“Com ponderação, com tranquilidade, vamos encontrar a solução que seja a mais compaginável”, acrescentou Jorge Magalhães.

Recorde-se que no passado dia 18 de Outubro, a Policia Judiciária deteve Melchior Moreira, presidente do TPNP, bem como Isabel Castro e Gabriela Escobar, directora operacional e jurista da entidade, respectivamente, além dos empresários Manuela Couto, administradora da W Global Communication, e José Agostinho, da Tomi World, no âmbito da Operação Éter, que investiga crimes de corrupção, prevaricação, falsificação de documentos, tráfico de influências, recebimento indevido de vantagem e participação económica em negócio.

Todos os detidos foram já sujeitos a interrogatório judicial e apenas Melchior Moreira continua detido, esperando-se que as medidas de coação aplicadas sejam conhecidas esta quinta-feira, 25 de Outubro.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *