Associações de hotelaria saúdam continuidade da Web Summit em Lisboa

Por a 4 de Outubro de 2018 as 14:04

Desde 2016, que a capital portuguesa recebe a Web Summit, um dos principais eventos de empreendedorismo e tecnologia, tendo recebido, no ano passado, um total de 59.115 participantes de 170 países, incluindo mais de 1.200 oradores, duas mil startups, 1.400 investidores e 2.500 jornalistas. Pelo menos, durante os próximos dez anos o evento vai continuar a realizar-se em Lisboa.

Esta continuidade da Web Summit é vista com bons olhos pelas associações de hotelaria em Portugal. Raúl Martins, presidente da Associação de Hotelaria de Portugal (AHP), referiu, em conferência de imprensa, que se trata de “um evento muito importante para o Turismo e a hotelaria de Lisboa”. “Saudamos vivamente a Câmara de Lisboa e o Governo por terem conseguido este prolongamento por mais dez anos, que vai acrescentar muito valor”, referiu.

Cristina Siza Vieira, directora-executiva da AHP, complementou que o evento reforça o posicionamento do País e o “efeito de arrasto” para atrair outros eventos, “ganhar uma dinâmica e capacidade de alavancar outras coisas”. “O impacto não é tanto daquele momento [da realização da Web Summit], mas do posicionamento e que leva a uma subida de preço da própria cidade, não só durante o evento, mas por arrasto”.

Também Mário Pereira Gonçalves, presidente da Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal, em comunicado, salienta que “esta vitória é representativa do excelente trabalho desenvolvido nos anos anteriores. Significa que Lisboa soube responder ao desafio que lhe foi proposto e que os empresários das diversas atividades económicas, desde a restauração, hotelaria, entre muitos outros, estiveram à altura deste que é o maior evento tecnológico da Europa”. Para o responsável, “as nossas empresas estão preparadas para receber todos aqueles que a propósito da conferência nos visitarem. Portugal sabe receber, tem óptimas infraestruturas e um excelente serviço. Teremos mais uma vez a oportunidade de promover o que Portugal tem de melhor”.

A edição de 2018 volta a ter lugar em Lisboa, na Altice Arena e na FIL, entre 5 e 8 de Novembro, sendo esperadas mais de 70 mil pessoas de 170 países. Segundo o primeiro-ministro, António Costa, na apresentação nesta última quarta-feira, a Web Summit gerou 30 milhões de euros em receitas fiscais e o Governo português em conjunto com a Câmara de Lisboa vão apoiar financeiramente o evento com 11 milhões de euros anuais na próxima década.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *