destaque

Turkish Airlines reforça operação no Porto no próximo Verão

Por a 26 de Setembro de 2018


Com a retoma do Turismo na Turquia, a Turkish Airlines está a regressar aos resultados do passado e regista mesmo alguns recordes. 2018 promete ser um ano positivo, assim como 2019, para o qual a companhia conta com planos para reforçar a operação, incluindo em Portugal, sendo já certo um aumento do número de voos à partida do Porto, no Verão.


Em 2016, a Turquia viu o número de turistas internacionais descer de forma acentuada na sequência dos atentados terroristas que afectaram o país. Os problemas de segurança deixaram marca no Turismo do país e reflectiram-se nos resultados da Turkish Airlines, a companhia aérea de bandeira turca, que em Portugal conta com voos para Lisboa e Porto. “A Turquia sofreu um grande impacto com os acontecimentos de 2016 o que, naturalmente, contribuiu para um decréscimo dos passageiros transportados pela Turkish Airlines, principalmente aqueles com destino final à Turquia”, admite ao Publituris Nuno Figueiredo, Regional Marketing Representative da Turkish Airlines em Portugal.
Mas, desde então, muita coisa mudou. Nos últimos dois anos, a situação na Turquia tem estado calma e isso permitiu o regresso dos turistas, o que, mais uma vez, se reflectiu nos resultados da companhia, que viu o número de passageiros transportados subir fortemente nos últimos seis meses. “Já em 2017 se verificou um trajecto ascendente nos resultados obtidos, mas foi no primeiro semestre de 2018 que o número de passageiros transportados aumentou 17,8%, mais cinco milhões de passageiros que no período homólogo”, revela Nuno Figueiredo, destacando que, até Junho, a companhia transportou 35 milhões de passageiros.
Os resultados são positivos, como mostra também a evolução do ‘load factor’, que se situou nos 80% de Janeiro a Junho, o que equivale a um aumento de quatro pontos percentuais, naquele que é “considerado já o melhor ‘load factor’ da história da Turkish Airlines para o primeiro semestre”, congratula-se o responsável, que fala ainda num incremento de 30% nas receitas, num montante de seis mil milhões de dólares (cerca de 5,13 mil milhões de euros) e num aumento do lucro operacional líquido de 17 milhões de dólares (14,5 milhões de euros), para 258 milhões de dólares (220 milhões de euros).
Os resultados positivos chegam a Portugal, onde a companhia alcançou “um crescimento notável, principalmente nos voos internacionais, com escala em Istambul”, sublinha Nuno Figueiredo, explicando que as “rotas do Porto e Lisboa verificaram este ano um aumento dos seus passageiros levando ao reforço do número de voos operados diariamente”.
Por outro lado, acrescenta o responsável, nota-se também “uma retoma na comercialização do produto Turquia pelos principais operadores turísticos portugueses, fruto do aumento da confiança naquele mercado”.
O destaque vai para o Porto, onde a companhia passou recentemente a contar com novas instalações (ver caixa) e onde se prepara para, no próximo Verão, aumentar o número de voos. “A Turkish Airlines irá reforçar a sua operação em Portugal no próximo Verão. A partir de 25 Junho, o Porto contará com 10 voos semanais entre a Invicta e Istambul”, revela Nuno Figueiredo, explicando que, nas últimas quatro semanas, a Turkish Airlines subiu “três pontos percentuais face ao período homólogo”.
Com o reforço no Porto, a Turkish Airlines vai passar a operar dois voos diários às quartas, sextas e domingos, com partidas pelas 12h15 e 15h30, enquanto às segundas-feiras e sábados há uma partida por dia, pelas 15h30, tal como nas terças e quartas-feiras, em que o voo tem partida marcada para as 12h15.

Lisboa sem novidades

Ao contrário do Porto, a operação da Turkish Airlines entre a capital portuguesa e Istambul não deverá contar com novidades no próximo ano, com Nuno Figueiredo a revelar que a companhia aérea vai “certamente, manter os dois voos diários”, existindo também a possibilidade de Lisboa receber “mais vezes um wide body”, o que vai permitir aumentar a “capacidade em termos de lugares disponíveis e de carga”. “Lisboa, para já, irá manter a frequência dos dois voos por dia com partidas às 11h25 e 15h45, e chegadas a Istambul às 18h05 e 22h25, respectivamente”, garante o responsável.
Preferindo manter-se à margem dos problemas que afectam o aeroporto de Lisboa, Nuno Figueiredo diz que a Turkish Airlines “não se revê nessa problemática ou enfrenta entraves nos seus planos de crescimento em Lisboa”, não tendo também “qualquer informação” de que a operação da companhia pudesse vir a crescer com a abertura de um aeroporto complementar no Montijo.
A companhia não tem, por enquanto, planos para voar para outros aeroportos nacionais, apesar de Nuno Figueiredo dizer que a companhia aérea “está em constante análise de mercado para reforço de rotas existentes ou abertura de novos destinos”.
Mas há várias outras novidades, com o responsável a destacar que a companhia “tem vindo a anunciar novos destinos e aumentos de frequências em cerca de 40 rotas a partir de Março”, a exemplo de Bali, que, segundo Nuno Figueiredo, é “um dos destinos mais esperados não só pelo mercado português”, como por toda a rede da Turkish Airlines. A operação tem início em Julho de 2019, com três voos semanais, e passa a ligações diárias em Agosto.
Além de Bali, a Turkish Airlines vai também reforçar a operação para Telavive, em Israel, que “passará a contar com 63 voos semanais de Istambul a partir de Março”, bem como para a Rússia, passando a contar com uma frequência diária para Samara, enquanto Krasnodar e Voronezh passam a cinco voos por semana. Já a rota de Saigão e Hanói, no Vietname, “que neste momento é feita em conjunto a partir de Istambul”, vai passar a contar com voos individuais para cada destino, a partir de Setembro de 2019, existindo ainda novidades a nível doméstico, já que a rota de Istambul-Ercan vai ter um aumento para 56 voos semanais, contando “com excelentes ligações para os voos portugueses”, sublinha o responsável, lembrando que a Turkish Airlines voa, actualmente, para 40 destinos domésticos e 255 internacionais.

Novo aeroporto traz margem de crescimento

Mas as novidades da Turkish Airlines não se resumem apenas a novas rotas e destinos, já que a companhia aérea se prepara para mudar para uma nova casa já em Outubro, para quando está previsto o início da operação no “Istanbul New Airport”, o novo aeroporto de Istambul, que vai ser inaugurado a 29 de Outubro de 2018 e que será “o maior aeroporto do mundo, com capacidade para receber cerca de 150 milhões de passageiros por ano, após conclusão da última fase do projecto prevista para 2030”, adianta Nuno Figueiredo.
O novo aeroporto de Istambul vai ter capacidade para receber 90 milhões de passageiros por ano e vai utilizar três pistas de aterragem, com a companhia aérea de bandeira da Turquia a estimar que a mudança da sua operação para a nova infraestrutura represente “uma oportunidade de se destacar no sector da aviação global, com margem para um crescimento contínuo”. “Esta nova era terá início no ano em que se celebra o 85º aniversário da Turkish Airlines, uma companhia aérea em plena expansão e que continuará a investir para providenciar um serviço de excelência aos seus passageiros”, considera o responsável.
A mudança do Aeroporto de Ataturk para o “Istanbul New Airport” deverá acontecer num período de 48 horas, ao longo dos dias 30 e 31 de Outubro, com o responsável a explicar que “haverá um período de 18 horas de transição, em que os voos irão partir de Ataturk, mas regressam ao novo aeroporto, que assumirá o código IST”.

Novas instalações no Porto

O sucesso que a Turkish Airlines tem alcançado no Porto levou a companhia aérea turca a procurar novas instalações na cidade e, em Maio, a transportadora mudou parte da equipa para um novo escritório na zona da Foz. “A Turkish Airlines conta com um balcão no Aeroporto Francisco Sá Carneiro dedicado à supervisão dos seus voos e à gestão de bilhetes dos passageiros. Fruto do forte crescimento da companhia aérea no Porto e ao consequente aumento do número de colaboradores, verificou-se a necessidade de mudar parte da equipa para outras instalações”, explica Nuno Figueiredo, revelando que a mudança pretende também posicionar a companhia aérea “de uma forma mais visível e acessível para os seus passageiros”. “Foi com esse intuito que se procurou um local de referência na cidade e o resultado está à vista. Temos um espaço agradável e dedicado ao atendimento, em que se conta com uma sala de reuniões e formação, e os escritórios da nossa equipa comercial”, acrescenta o responsável, revelando que “o atendimento ao público está previsto para 2019”.


Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *