“Turismo: Os desafios do crescimento” é tema do 44º congresso da APAVT

Por a 4 de Julho de 2018 as 23:29

“Turismo: Os desafios do Crescimento” é o mote do 44º Congresso Nacio al da Associação Portuguesa de Agências de Viagens e Turismo (APAVT), que acontece de 21 a 25 de Novembro, em Ponta Delgada, nos Açores.
Questões como  “a interrupção de algumas operações aéreas relevantes, como é o caso da falência da Monarch, com as dificuldades de operação no aeroporto de Lisboa, com as dificuldade de operação da TAP, com o brexit, ou mesmo com os problemas de operação turística que enfrentamos na cidade de Lisboa” vão ser debatidas no congresso, segundo adiantou o presidente da associação, Pedro Costa Ferreira, na apresentação do tema do congresso, que decorreu em Lisboa, no Hotel Mundial.
O 44º Congresso Nacional da APAVT marca também a quarta vez que a Associação realiza o evento no arquipélago, depois dos congressos de 1995, 2006 e 2013, este último na ilha Terceira. Este facto é revelador da “importância que os Açores têm, no âmbito do mercado emissor nacional, mas também pela relevância do trabalho conjunto que tem vindo a ser realizado pela tutela do turismo açoriano, e pelos agentes de viagens e operadores nacionais”. Acresce ainda o “crescimento notável” que o destino tem registado nos últimos tempos, considerando Costa Ferreira que existe “um debate a fazer acerca dos próximos passos, acerca da sustentabilidade do crescimento e da sustentabilidade do próprio destino”. O presidente da associação  concluiu: “Como é tradição dos congressos da APAVT,  certamente que encontraremos, enquanto comunidade, as melhores respostas, que permitam potenciar o crescimento do turismo, português em geral, e açoriano em particular, bem como os negócios das nossas empresas”.
Por sua vez, Marta Guerreiro, secretária Regional da Energia, Ambiente e Turismo, referiu que “a realização do 44º Congresso da Associação Portuguesa das Agências de Viagens e Turismo assume especial importância, levando à Região cerca de 500 agentes de viagens e operadores turísticos – o que representa mais um momento de partilha ‘in loco’ de todas as potencialidades que temos disponíveis para quem nos visita com os nossos principais promotores”. A responsável sublinhou ainda a importância que este congresso tem para o destino demonstrar a sua capacidade na organização de eventos de Meeting Industry e que se trata de “um destino capaz de satisfazer as expectativas dos visitantes em qualquer altura do ano, com propostas adequadas e assertivas”. Para a governante, o congresso assume-se ainda como um “muito importante momento” de promoção do destino junto do mercado nacional, o seu principal mercado emissor.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *