Número de turistas portugueses cresce para a Tunísia

Por a 24 de Junho de 2018 as 16:02

De Janeiro a 10 de Junho deste ano, o número de turistas portugueses a viajar para a Tunísia aumentou 51% comparativamente com o período homólogo de 2017, num total acumulado de 4500 turistas nacionais.

Mounira Derbel, directora para Espanha e Portugal do Turismo da Tunísia, refere que entre os vários destinos no país, Djerba e Monastir são dos mais atractivos para o mercado português, para os quais estão programas voos charters dos operadores portugueses, um dos quais tem início já esta segunda-feira, dia 25 de Junho.

A responsável, que falava à margem do roadshow de promoção da Tunísia em parceria com a Sonhando, Solférias e Soltrópico, refere que as expectativas para o resto do ano do mercado português são positivas, perspectivando um aumento de cerca de 40%. Em 2017, o destino recebeu 15 mil portugueses. Mounira Derbel acrescenta que todos os mercados estão a crescer para o destino, sobretudo o mercado britânico, que demonstra a sua confiança no destino com o aumento substancial de operações directas de um dos maiores operadores turísticos a operar no mercado.  “A situação é de recuperação na Tunisia e até agora todos os mercados estão a registar crescimentos, obviamente é um crescimento passo a passo”.

A directora para Espanha e Portugal reitera que “a situação de segurança na Tunísia está actualmente restabelecida, um aspecto que diz ser de extrema importância para o governo tunisino.

Roadshow
A directora para Espanha e Portugal do Turismo da Tunísia, função que exerce desde meados de Fevereiro, esteve em Portugal para participar num roadshow de promoção do destino junto dos agentes de viagens portugueses. Sonhando, Solférias e Soltrópico são os operadores parceiros desta iniciativa que têm duas operações charter conjuntas para a Tunísia. A primeira, que começou a 4 de Junho, é para a ilha de Djerba à saída de Lisboa com a Nouvelair e acontece até 10 de Setembro. Já a segunda, parte do Aeroporto Francisco Sá Carneiro a partir de 17 de Julho até 18 de Setembro, também com a Nouvelair, e engloba os destinos tunisinos como Hammamet, Port El Kautaoui, Mahdia e Skanes. A estas duas operações acresce ainda lugares em garantia nos voos regulares da Tunisair.
Os três operadores revelam-se satisfeitos com as vendas para ambos os destinos, que tem atraído novamente os portugueses.
Dário Brilha, gestor do produto Tunísia na Solférias, refere que  “os indicadores são óptimos”, “as vendas estão a ser o que esperávamos”. Depois dos problemas de que o destino foi alvo em 2015, o responsável considera que  a qualidade da Tunísia mantém-se, tanto ao nível da hotelaria, como da praia, mas também da hospitalidade do povo tunisino.
Já Paulo Paulos, comercial da Sonhando, considera que as vendas, apesar de estarem a correr bem, “ainda podem correr muito melhor, pois ainda há muito mercado para vender”, daí a aposta no roadshow que serve também para “revitalizar o destino”.  O responsável sublinha que “o destino vale muito a pena, não só pela questão da praia, mas também pelas visitas que se podem fazer no deserto, pela gastronomia, pelos circuitos e pelo facto de, quando se viaja com pacote turístico, é necessário apenas cartão de cidadão”.
Na Soltrópico, Fernando Bandres destaca que a Tunísia “voltou a entrar em força” no mercado português: “O português já tem mais confiança no próprio destino. é um destino que não é só praia, é cultura, gastronomia, golfe, spa e é relativamente acessível e vende-se muito bem a famílias”.
A 2h30 de distância de Lisboa, a Tunísia oferece várias opções seja sol e mar com cultura, na zona continental, sejam praias paradisíacas na ilha de Djerba.
O roadshow passou por Coimbra, Porto e Lisboa e teve um total de cerca de 400 agentes de viagens.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *