Opinião| 50 anos de Publituris são 50 anos de história do Turismo em Portugal.

Por a 14 de Junho de 2018 as 15:14

Basta lembrar que em 1968 havia 192 hotéis em Portugal (hoje temos 1282) e um milhão de turistas estrangeiros (hoje temos 12 milhões). Ser Secretária de Estado do Turismo neste momento que Portugal vive é um desafio apaixonante e é especialmente gratificante testemunhar o contributo imenso que o Turismo tem dado ao nosso país. São imensos os números que demonstram a importância do Turismo em Portugal: 50% das exportações de serviços, 18% das exportações totais, 360 mil pessoas que trabalham no turismo… Mas mais importante que os números é de facto a evidência de que o Turismo está a mudar o país e a imagem de Portugal. O Turismo está a afirmar-se cada vez mais como uma atividade sustentável e mobilizadora de muitas outras. Está a criar emprego – são mais de 70 mil novos postos de trabalho nos últimos dois anos. Está a dinamizar o território, como se sente no crescimento que está a ter em todas as regiões, incluindo as que têm menos tradição turística. Está a alargar ao longo do ano, contrariando o mito da inevitabilidade da sazonalidade. Está a alavancar a imagem de Portugal como um destino para visitar, investir, viver e estudar. Respira-se um ar de confiança um pouco por todo o território. Sente-se a efervescência desta atividade. Acima de tudo, são os portugueses que fazem deste país um lugar tão especial. É por isso que os expatriados nos consideram o melhor país do mundo para viver. Somos uns verdadeiros campeões – não só futebol ou na Eurovisão mas também na hospitalidade. Tudo isso reflete-se depois no reconhecimento e projeção internacional. Os prémios subiram mais de 1.000% em dois anos, as referências na imprensa internacional duplicaram. Somos o Melhor Destino Turístico do Mundo, Lisboa é a melhor escapadinha de fim-de-semana, a Madeira é a melhor ilha. As celebridades mudam-se para cá, fascinadas com a nossa qualidade de vida. Um país com quase 300 dias de sol por ano, com uma ótima gastronomia, iguarias únicas e o “melhor peixe e marisco do mundo” e ainda melhores vinhos, excelentes hotéis e tudo com uma ótima relação qualidade-preço. Tenho um lema, enquanto governante: acreditar que tudo é possível, desde que feito com paixão. A minha missão passa por mobilizar pessoas, recursos e projetos. Lançámos programas para tornar o nosso país mais inclusivo, para dinamizar a procura turística no interior, para devolver património abandonado às economias locais. Sempre a trabalhar em equipa, com foco e determinação e com todas as pessoas a remar para o mesmo lado. Sempre em articulação com o setor privado, que é essencial para o Turismo. É por isso um grande orgulho fazer parte deste momento de reinvenção e de redescoberta de Portugal. E, nesta ocasião, gostaria de deixar os meus mais sinceros parabéns ao Publituris por chegar ao meio século. Uma marca destas só se atinge trabalhando com paixão, em equipa e sempre em constante reinvenção. Precisamente o que tem feito do Turismo um caso de sucesso.

*Por Ana Mendes Godinho, secretária de Estado do Turismo.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *