Aeroporto de Lisboa investe 11M€ em 30 balcões de check-in automático

Por a 12 de Junho de 2018 as 20:55

O Aeroporto Humberto Delgado, em Lisboa, investiu 11 milhões de euros numa nova área de check-in e baggage drop self-service, composta por  30 balcões e que visa dar “resposta a uma necessidade urgente”, afirmou esta terça-feira, 12 de Junho, João Nunes, director do aeroporto da capital, durante a apresentação do espaço.

De acordo com o responsável, este investimento permite ao aeroporto lisboeta entrar numa “nova etapa de crescimento”, ao mesmo tempo que se afirma como uma infraestrutura moderna, uma vez que o sistema “segue aquilo que de melhor se está a fazer pelo mundo fora”.

Os novos balcões permitem que seja o passageiro a fazer o seu próprio check-in e a imprimir a etiqueta de bagagem, sendo a mala despachada também de uma forma automática, num processo que João Nunes considera “muito intuitivo ”.

“Esta é uma resposta a uma necessidade que nós tínhamos, face à procura que temos e que era possível acomodar na pouca capacidade de crescimento que ainda temos e visava equilibrar os sistemas aeroportuários. É um processo muito intuitivo, muito fácil e conseguimos concentrar muito mais passageiros e mais assistência aqui, do que num balcão tradicional”, afirmou o responsável aos jornalistas.

Os novos balcões self-service entraram em funcionamento a 7 de Junho, em modo soft-opening, e contam já com a adesão da TAP, o que leva João Nunes a considerar que o “beneficio para o aeroporto vai ser muito significativo”.

 

Um comentário

  1. PJPS

    2 de Setembro de 2018 at 11:43

    Para quê um investimento tão grande se as coisas não funcionam ou estão piores do que era dantes?

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *