Processo de privatização dos TACV em “fase de conclusão”

Por a 13 de Março de 2018 as 17:54

O ministro das Finanças de Cabo Verde, Olavo Correia, disse esta segunda-feira, 12 de Março, que só haverá “garantias absolutas” da privatização dos TACV – Transportes Aéreos de Cabo Verde quando o contrato estiver assinado, mas garantiu que “o processo está em fase de conclusão”.

“Só posso dar garantias absolutas de que a empresa será privatizada quando tiver o contrato assinado. O processo está em fase de conclusão, mas até lá existem riscos”, disse o governante, durante a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) à gestão dos TACV, segundo a Lusa.

A operação internacional da TACV está a ser alvo de um processo de reestruturação, com vista à privatização, num processo que está a ser conduzido pela Icelandair, que, segundo a Lusa, deverá ser o parceiro para a privatização de 51% do capital da companhia.

Olavo Correia admite que “há interesse da Icelandair” em entrar no capital dos TACV e garante que o processo está “mais perto de uma solução”, com o governo cabo-verdiano a mostrar-se confiante, ainda que continuem a existir riscos, uma vez que o negócio não está fechado.

“Estamos a trabalhar para que a solução seja positiva. Como é óbvio temos planos B e C, mas há um engajamento, um comprometimento das partes para viabilizar a operação”, frisou Olavo Correia.

O ministro das Finanças de Cabo Verde acrescentou que a avaliação da empresa deverá estar concluída durante o mês de Março e reafirmou a intenção de avançar logo de seguida para a privatização.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *