APAVT entrega título de “destino preferido” à região Centro

Por a 28 de Fevereiro de 2018 as 23:52

A Associação Portuguesa das Agências de Viagens e Turismo (APAVT) e o Turismo Centro de Portugal oficializaram esta quarta-feira, 28 de Fevereiro, o protocolo que torna a região Centro no “destino preferido” da associação em 2018, distinção vai permitir criar “uma agenda específica” para promover a região.

“Criamos uma agenda especifica, ao longo de todo o ano, que visa trazer mais visibilidade ao destino preferido, neste caso, ao Centro de Portugal”, afirmou Pedro Costa Ferreira, presidente da APAVT, durante a assinatura do acordo, que decorreu no primeiro dia da BTL.

Pedro Costa Ferreira lembrou que esta é a “primeira vez, na história da APAVT”, em que um destino recebe esta distinção por dois anos consecutivos, justificando a repetição com a qualidade do trabalho que o Turismo Centro de Portugal tem vindo a fazer, mas também com “o acontecimento menos agradável” que foram os incêndios do Verão passado.

No que respeita à agenda que será criada para promover a região, Pedro Costa Ferreira lembrou que “a APAVT ganhou o congresso da associação holandesa dos agentes de viagens para Portugal e tendo-o ganho para Portugal, inseriu-o na agenda do destino preferido e o congresso realizar-se-á este ano no Centro, em Coimbra, Viseu e Aveiro”.

Esta quarta-feira marcou também o arranque do website “O Centro das Atenções”, lançado pela APAVT para “aglutinar a oferta” da região e igualmente com o objectivo de dar visibilidade ao Centro, atraindo um maior número de turistas à região.

Já Pedro Machado, presidente do Turismo Centro de Portugal, lembrou a “continuada e muito proveitosa” cooperação que a região mantém com a APAVT desde os tempos dos congressos da associação no Centro, e agradeceu a distinção, depois de um ano que foi “absolutamente atípico”.

“Essa atipicidade reside no facto de termos planeado um ano extraordinário, do ponto de vista do crescimento em hóspedes e dormidas – nacionais e estrangeiros -, e de termos iniciado um ano com eventos de grande montra, como o centenário de Fátima e a vinda do Papa, o que projectava um ano extraordinário para o Centro de Portugal, e, depois, sermos atingidos no nosso âmago, com os episódios de Pedrogão Grande, em Junho, ou os incêndios de Outubro”, afirmou Pedro Machado.

Apesar das adversidades, o Centro acabou por registar crescimentos de 14,7% nas dormidas e de 29,8% no número de turistas estrangeiros, números que tornam 2018 num ano “mais ambicioso”, com o presidente do Turismo do Centro a considerar que  o apoio dos agentes de viagens será um “trunfo” para a consolidação do crescimento da região.

Recorde-se que a escolha do Centro de Portugal como “destino preferido” da APAVT tinha sido anunciada em Macau, durante o último congresso da APAVT, em Novembro.

 

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *