Brussels Airlines com recorde de passageiros em 2017

Por a 10 de Janeiro de 2018 as 17:29

A Brussels Airlines transportou perto de 9,1 milhões de passageiros em 2017, número que traduz uma subida de 17,2% face ao ano anterior e que representa um recorde nos 15 anos de história da companhia aérea belga.

“A Brussels Airlines fecha 2017 com um total de 9.077.178 passageiros, um recorde nos 15 anos de história da empresa. Os 1.3 milhões de passageiros adicionais referem-se a toda a rede de destinos. Todos os sectores apresentaram crescimento significativo”, refere a companhia em comunicado.

Por regiões, a Brussels Airlines cresceu 16,7% na sua rede europeia, seguindo-se o Médio Oriente, onde a companhia teve um crescimento de 14,3% e a América do Norte, com um acréscimo de 14%. Já em África, a Brussels Airlines registou um aumento de 13,2%, passando pela primeira vez a marca de um milhão de passageiros.

Em 2017, a Brussels Airlines abriu o seu primeiro destino asiático, concretamente Mumbai, na Índia, cujos voos arrancaram a 30 de Março e nos quais a companhia aérea transportou um total de 80.450 passageiros.

“O forte crescimento de passageiros da Brussels Airlines deve-se principalmente ao aumento da produtividade da sua frota, à substituição da aeronave Avro (100 lugares) pelo Airbus A320 (180 lugares) e à integração das atividades da Thomas Cook Airlines Belgium”, justifica a companhia aérea em nota à imprensa.

No ano passado, a companhia belga registou também uma taxa de ocupação recorde, num total de 78,5%, subida de 3,7 pontos percentuais face ao ano anterior, enquanto a capacidade oferecida subiu 14,5%. Já as receitas ultrapassaram os 15,2 milhões de euros, o que indica uma subida de 20,2%, refere a Brussels Airlines no mesmo comunicado.

Para 2018, a companhia conta manter a aposta na abertura de novos destinos, prevendo adicionar 26 destinos de férias de Verão à sua rede este ano, graças à intensificação da cooperação com a Thomas Cook Belgium.

O ano passado encerrou também de forma positiva para a Brussels Airlines, com um crescimento de 9,2% ao nível dos passageiros transportados, num total de 644.545, apesar do agravamento das condições atmosféricas de Inverno em Bruxelas, que levaram a companhia a cancelar 218 voos, no dia 11 de Dezembro.

Em Dezembro, a companhia registou também crescimentos na sua rede europeia, que teve uma subida de 6,6% em passageiros, enquanto o sector africano aumentou 17,3%, em grade parte devido “ao início da parceria intensiva com a Thomas Cook Belgium em Outubro, que adicionou 5 novos destinos de férias de Inverno no norte de África à rede da Brussels Airlines”, explica a companhia.

Já a rede transatlântica apresentou uma descida de 2,6%, o que a Brussels Airlines explica com a diminuição de um voo na rota de Toronto, enquanto no Médio Oriente a companhia teve um decréscimo de 6,2%, devido aos “cortes de Inverno na rota de Telavive”.

No último mês de 2017, a Brussels Airlines registou ainda um load factor de 77,2%, subida de  4,2 pontos percentuais face à ocupação de Dezembro de 2016, enquanto a capacidade oferecida subiu 13,2%.

 

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *