BlueShift lança solução para desenvolvimento de conceitos hoteleiros

Por a 14 de Dezembro de 2017 as 17:29

A BlueShift – Achievers Make the Change está a lançar no mercado da hotelaria o Disruptive Hotel Concept Design, uma metodologia para desenvolvimento de conceitos hoteleiros, baseada na aplicação dos princípios da Blue Ocean Strategy.

A teoria Blue Ocean, desenvolvida pelos professores de Harvard W. Chan Kim e Renée Mauborgne, e que deu origem a um dos maiores best-sellers da literatura de gestão, incentiva as empresas a encontrarem um espaço competitivo inexplorado – “blue ocean” – que lhes permita fugir à concorrência indiferenciada e baseada no preço, obtendo, assim, níveis de rentabilidade superiores. O exemplo mais emblemático da aplicação deste princípio é o mundialmente conhecido “Cirque su Soleil”, que criou um conceito de showbusiness, que junta componentes de um circo, um espectáculo de bailado e um Broadway show.

Segundo Filipe Santiago, Managing Partner da BlueShift Consulting, “o Disruptive Hotel Concept Design surge como resposta à constatação de que a maioria dos investidores hoteleiros não investe o suficiente no desenvolvimento conceptual das unidades, criando produtos indiferenciados e que, a prazo, estão condenados a competir em preço”. Acrescentando que “muitas vezes são-nos apresentados ótimos projetos de arquitetura e design de interiores, mas falta uma definição clara do target e uma identificação dos fatores que tornarão aquela experiência única. Algo que pode não ser um problema na fase atual de crescimento de mercado, mas que condicionará certamente a rentabilidade do ativo numa perspetiva de investimento a trinta anos.”

A metodologia Disruptive Hotel Concept Design, desenvolvida pela BlueShift – Achievers Make the Change, compreende três fases: análise de informação de mercado, tendências de consumidor e avaliação de case-studies; desenvolvimento interno de draft de conceito; e workshop com o cliente para discussão, afinação e fecho do conceito.

Segundo Filipe Santiago, “estamos em condições únicas para oferecer este serviço ao mercado, por duas razões. A nossa organização por centros de competência – ‘Achievement Centers’ – permite-nos contar com alguns dos melhores especialistas nas várias vertentes do negócio hoteleiro, mas com o realismo de quem gere hotéis no seu dia-a-dia. Por outro lado,  a cultura de disrupção subjacente aos princípios da Blue Ocean Strategy faz parte do ADN da BlueShift desde a sua criação (o CEO, Francisco Nogueira de Sousa, é certificado na área pelo INSEAD), sendo aliás essa a génese do nosso nome”.

O Disruptive Hotel Concept Design foi já aplicado com sucesso em dois clientes da consultora: um projecto greenfield num terreno com características únicas a nível de localização e natureza, mas com fortes condicionantes ambientais; e um grupo líder no sector dos vinhos para o qual foi desenvolvido um plano estratégico abarcando iniciativas nas áreas de hotelaria, restauração, cultura e lazer.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *