TAP transportou mais de 1M de passageiros em Novembro

Por a 6 de Dezembro de 2017 as 17:46
TAP

A TAP transportou um total de 1,135 milhões de passageiros em Novembro, ultrapassando pela primeira vez na história da companhia a marca de um milhão de passageiros neste mês, destaca a transportadora de bandeira nacional em comunicado.

“A TAP transportou no mês de Novembro um total de 1,135 milhões de passageiros, mais 17% que no ano passado, ultrapassando pela primeira vez na sua história a marca de um milhão neste mês do ano, tradicionalmente um dos menos fortes na indústria do transporte aéreo”, congratula-se a companhia.

A par do tráfego de passageiros, a companhia teve também o melhor Novembro de sempre em termos de load factor, que atingiu os 79,4%, refere ainda a TAP no comunicado enviado à imprensa.

Para os bons resultados, a companhia destaca a contribuição das rotas brasileiras, que cresceram 17% em tráfego de passageiros, com 19 mil passageiros a mais que em igual mês do ano passado, num total de 128 mil, número que, segundo a companhia, “comprova a grande recuperação neste mercado, um dos mais importantes para a TAP”.

“Para este crescimento e contribuindo para aumentar a presença da TAP no Brasil, tem sido fundamental a parceria com a Azul, no âmbito da qual se que comemora um ano do acordo de code-share”, acrescenta a TAP.

Importante foi também o crescimento das rotas dos EUA, onde a companhia alcançou um crescimento de 15% no número de passageiros transportados, num total de 53 mil.

Mas foi nas rotas europeias que a companhia obteve os maiores crescimentos em termos absolutos, com mais 114 mil passageiros que em Novembro do ano passado.

“No acumulado do ano – de Janeiro a Novembro – a companhia já transportou nas rotas da Europa mais 1,43 milhões de passageiros que em igual período do ano passado, tendo já ultrapassado os 8 milhões de passageiros transportados nestas rotas desde o início de 2017”, refere ainda a TAP.

Já a taxa de ocupação mais elevada no mês de Novembro registou-se no Atlântico Norte, nomeadamente nos voos para Nova Iorque, Newark, Boston, Miami e Toronto – com 89% “dos lugares oferecidos a serem absorvidos pela procura”.

No que diz respeito ao load factor, o maior crescimento foi registado nas rotas entre Portugal continental e as Regiões Autónomas dos Açores e Madeira, que registaram um aumento de 8,6 pontos percentuais.

Já os mercados com maiores crescimentos absolutos em número de passageiros no mês de novembro, nos voos continentais (Europa), foram a Alemanha (+23 mil passageiros), Espanha (+22 mil), França (+17 mil), Madeira (+11 mil), e República Checa & Hungria (+8 mil), enquanto nos voos intercontinentais destacaram-se os mercados do Brasil (+19 mil), Estados Unidos (+7 mil), Canadá (+6 mil) e Marrocos (+6 mil).

 

 

 

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *