AHRESP: Empresas têm dificuldade em contratar trabalhadores qualificados

Por a 15 de Novembro de 2017 as 11:51

A Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal (AHRESP) queixa-se que as empresas de restauração estão com dificuldade em contratar trabalhadores qualificados, problema que a associação atribui ao “crescimento sucessivo” do emprego no Canal Horeca, que subiu 18,1% no terceiro trimestre de 2017.

“No 3º trimestre de 2017, o Canal HORECA registou 345,9 mil postos de trabalho, máximo histórico pelo 2º trimestre consecutivo, representando uma variação homóloga positiva de +18,1%,  +53.000 novos postos de trabalho, os quais representaram 37,4% do total de novo emprego criado no 3º trimestre de 2017”, refere a associação em nota à imprensa.

O “crescimento sucessivo” do emprego no Canal HORECA é, segundo a associação, um dos motivos que tem contribuído para que as empresas de restauração estejam agora com dificuldade em contratar trabalhadores qualificados, problema que vai mesmo ser tema de um debate promovido pela AHRESP e que vai contar com a presença do primeiro-ministro, António Costa.

“Pelo crescimento sucessivo, e sustentado ao nível do emprego que o nosso sector tem registado, estamos agora perante dificuldades de recrutamento de trabalhadores qualificados, sendo este o principal constrangimento actual das nossas empresas, pelo que a AHRESP irá organizar uma Jornada sobre a Evolução do Mercado de Trabalho, no próximo dia 7 de Dezembro, em Lisboa, com a presença do primeiro-ministro”, refere a associação.

A escassez de recursos humanos qualificados foi um dos temas em debate na última reunião do Conselho Consultivo da AHRESP, que analisou também a proposta de Orçamento do Estado 2018 (OE 2018) e o seu impacto para os sectores do Alojamento Turístico e da Restauração e Bebidas.

Da análise ao OE 2018, a AHRESP congratula-se com o facto da proposta renovar “a autorização legislativa para a reposição da taxa do IVA dos serviços de bebidas”, que, refere a associação, corresponde “ao compromisso assumido entre o Governo e o Canal HORECA, para a reposição integral dos serviços de alimentação e bebidas na taxa intermédia”.

A AHRESP sublinha que as “empresas têm cumprido o seu compromisso”, uma vez que o “sector da Restauração criou, por si só, 44.600 novos postos de trabalho (+19,9%) e o sector do Alojamento mais 8.400 (+12,3%)”.

 

 

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *