WTTC: Crise na Catalunha impede Espanha de chegar aos 80M de turistas

Por a 25 de Outubro de 2017 as 12:12

A presidente e CEO do Conselho Mundial de Viagens e Turismo (WTTC), Gloria Guevara, considera que a crise na Catalunha deverá funcionar como um travão ao crescimento turístico de Espanha, impedindo o país vizinho de chegar aos 80 milhões de turistas em 2017, como apontavam as previsões.

Gloria Guevara prevê uma desaceleração do número de visitantes em Espanha no terceiro trimestre do ano e diz que essa redução de turistas não se vai verificar só na Catalunha, “que será a mais afectada”, ainda que todo o país venha a sofrer com o “efeito dominó”.

De acordo com a responsável, Espanha caminhava a passos largos para consolidar a segunda posição enquanto destino mais visitado, depois de França, que deverá receber 88 ou 89 milhões de turistas em 2017, mas a crise catalã e a consequente instabilidade provocou danos, pelo que a questão está agora em saber “se o buraco ainda vai crescer ou se o sangramento para por aqui”, afirmou, citada pelo Hosteltur.

Gloria Guevara considera que o que está a acontecer em Espanha é “muito triste” e lamenta que esta crise esteja a destruir o avanço que o país alcançou nos últimos, fruto das boas políticas públicas do Governo, mas também das autarquias e da boa imagem que Espanha conseguiu construir, sendo vista como uma país “estável e seguro”.

A presidente e CEO do WTTC diz que algumas empresas têm registado cancelamentos de congressos e eventos que deveriam decorrer em Madrid e Valência, o que, segundo a responsável, mostra que o problema catalão “está a afectar a reputação de Espanha como um país com estabilidade”.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *