TAP preocupada com data para alternativa ao aeroporto de Lisboa

Por a 12 de Outubro de 2017 as 15:00

O presidente executivo da TAP, Fernando Pinto, veio esta quinta-feira, 12 de Outubro, expressar a “grande preocupação” da companhia face à data anunciada para a existência de uma alternativa ao aeroporto de Lisboa, prevista apenas para 2021, uma vez que tal pode atrasar o crescimento da TAP.

“Para nós é uma grande preocupação a data de 2021”, disse o responsável citado pela Lusa, ressalvando ser “mais fácil o crescimento de uma frota de aviões” do que de um aeroporto e afirmando que “realmente (a TAP) vai ficar limitada”.

“Uma empresa aérea que não consegue crescer, tem dificuldade, inclusive, com o seu futuro, porque em termos de ganhos de eficiência, o grande ganho que se tem é através do crescimento e é nisso que apostamos”, afirmou aos jornalistas, repetindo a preocupação expressa na sua intervenção na sessão de abertura do encontro internacional de aviação de países lusófonos (Lusoavia), que decorreu em Lisboa.

No seu discurso, Fernando Pinto realçou que “o ‘hub’ [centro estratégico] de Lisboa tem hoje um uso grande dos ‘slots’ (intervalos de tempo de movimentos na pista de aviões) e começa a mostrar dificuldades em ter a velocidade de crescimento que a TAP e outras empresas têm, com base no sucesso do turismo em Portugal e da própria TAP”, acrescentando que a data prevista para a operação de uma pista alternativa é uma “grande queda em velocidade de crescimento”.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *