Algarve com ligação directa a Itália no próximo Verão

Por a 9 de Outubro de 2017 as 15:09

A partir de Junho de 2018, o Algarve terá uma rota directa que ligará Faro a Verona, operado pela companhia Volotea. O anúncio foi feito pela Associação Turismo do Algarve (ATA), que classifica esta novidade como “uma acção de relevância estratégica”, dada a tendência de “crescimento dos indicadores turísticos do mercado italiano registada na região, quer em termos de visitantes mas também ao nível do turismo residencial”.

A ATA destaca ainda que esta ligação é, até ao momento, a única directa entre Faro e o mercado italiano.

“A Itália é um mercado que tem apresentado nos últimos anos valores de crescimento interessantes – em 2016 foram registadas perto de 108 mil dormidas de turistas italianos no Algarve -, pelo que consideramos este um mercado de aposta e de relevância estratégica para a região”, explica Dora Coelho, directora executiva da Associação Turismo do Algarve, a agência responsável pela promoção turística da região junto dos mercados externos e uma das entidades que contribuiu para a realização desta operação.

De salientar ainda que, a seguir aos britânicos, aos nórdicos e aos franceses, tem vindo a registar-se recentemente um aumento significativo de turistas italianos que estão a escolher o Algarve como destino de turismo residencial, instalando-se na região para viver durante parte do ano. “A criação de uma ligação aérea directa ao Algarve terá, com certeza, uma influência no crescimento desta tendência”, afirma Dora Coelho.

A ATA recorda que o mercado italiano teve já uma relevância muito significativa para este destino durante a década de 90, período durante o qual o Algarve chegou a receber cerca de 20 mil passageiros anuais oriundos de Itália. Entretanto esta operação foi interrompida, pelo que o anúncio desta nova rota representa, nas palavras de Dora Coelho, “um desafio estimulante para a região tendo em vista a reconquista deste mercado”.

De acordo com a companhia Volotea, o Algarve é um destino de “grande fascínio e appeal turístico”, razão pela qual justifica este novo investimento.

A nova rota terá uma frequência semanal, de Junho a Setembro, com uma capacidade de oferta de 5.400 lugares.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *