Pedro Costa Ferreira recandidata-se à presidência da APAVT

Por a 17 de Julho de 2017 as 10:39

Pedro Costa Ferreira vai recandidatar-se à presidência da Associação Portuguesa das Agências de Viagens e Turismo (APAVT) para o triénio 2018-2020.

O anúncio foi feito esta segunda-feira, dia 17 de Julho, em nota enviada aos associados. Pedro Costa Ferreira está actualmente a cumprir o seu segundo mandato à frente da associação.

No documento, Pedro Costa Ferreira afirma que, após dois mandatos, era sua intenção “abandonar a presidência da APAVT, consciente de que o faria depois de ter dedicado à associação, nestes anos, todo o meu engenho e disponibilidade, com resultados que prefiro não avaliar, mas que me deixam de consciência tranquila”.

No entanto, terão sido as solicitações do sector para que continuasse que o fizeram tomar agora esta decisão. “Recentemente, com o aproximar da data das eleições, tenho recebido importantes solicitações para que continue, solicitações que não pude acolher sem uma reflexão. Porque muitos foram os agentes de viagens que manifestaram o desejo que eu continue; porque representam estes agentes de viagens, empresas, organizações e estruturas cuja importância no mercado é indesmentível; porque neles se incluíram personalidades por quem nutro grande respeito e costumo ouvir antes de tomar decisões importantes”.

“Entre outros argumentos de vária índole, defendem estas personalidades que eu efectue mais um mandato, de modo a, recuperada e consolidada que está a situação financeira da APAVT, se mantenha o estilo e a coerência na prossecução de tarefas tão importantes como (i) o acompanhamento da transposição da nova directiva europeia das viagens organizadas, (ii) o relacionamento com as companhias aéreas, a TAP em especial, e a IATA (iii), a interacção política com a tutela e entidades regionais de turismo, (iv) o “follow-up” das variadíssimas iniciativas desenvolvidas a nível internacional, quer no âmbito da ECTAA, quer no âmbito do relacionamento com vários destinos e mercados emissores, quer no âmbito da lusofonia (V) a consolidação da imagem dos agentes de viagem, enquanto criadores de valor para clientes e parceiros e, não menos importante, (vi) a união do sector nestes tempos tão desafiantes que todos enfrentamos”, conclui.

As eleições para os novos órgãos da APAVT deverão realizar-se em Dezembro, após a realização do congresso anual da associação.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *