IATA: Bons resultados ditam load factor recorde em Abril

Por a 2 de Junho de 2017 as 11:17
IATA

O tráfego global de passageiros voltou a apresentar um bom desempenho em Abril, com as receitas a subirem 10,7% e a capacidade a crescer 7,1%, o que se traduziu num load factor de 82%, cerca de 2,6 pontos percentuais acima do registado em igual período do ano passado, e que constitui um recorde para o mês de Abril, segundo dados revelados pela IATA – Associação Internacional de Transporte Aéreo.

De acordo coma IATA, a “forte performance” registada em Abril tem por base a melhoria económica mundial e a descida das tarifas aéreas, com a associação a revelar que “a queda das tarifas representa cerca de metade do crescimento da procura” no quarto mês do ano.

No entanto, nem tudo são bons sinais, uma vez que, refere a IATA em nota à imprensa, a interdição do transporte de equipamentos electrónicos de maiores dimensões na cabine, em voos à partida de 10 aeroportos do Médio Oriente e África com destino aos EUA, arrefeceu o tráfego entre estas regiões.

“Abril mostrou-nos que a procura por viagens aéreas continua em níveis muito fortes. No entanto, há indicações de que os passageiros estão a evitar a rotas abrangidas pela proibição de transportar equipamentos electrónicos de maiores dimensões na cabine”, refere a IATA, considerando que é necessário encontrar alternativas para manter a segurança dos voos, uma vez que o departamento norte-americano de segurança interna pretende alargar a medida.

“Se esta proibição for estendida aos voos entre a Europa e os EUA, por exemplo, estimamos um impacto de 1.4 mil milhões de dólares na produtividade. E uma pesquisa realizada pela IATA mostrou que 15% dos viajantes de negócios procurariam reduzir as suas viagens se a proibição for alargada”, refere Alexandre de Juniac, director-geral e CEO da IATA.

 

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *