Roadshow de Cuba contou com 800 agentes de viagens

Por a 9 de Abril de 2017 as 10:35

 

Terminou na passada quinta-feira, dia 6 de Abril, em Lisboa, mais uma edição do Roadshow de Cuba, promovido pela Sonhando, em parceria com a Solférias e iTravel.

Segundo José Manuel Antunes, director-geral do operador turístico Sonhando, esta edição do roadshow foi a “melhor de sempre”. Recorde-se que o roadshow começou na semana passada no Funchal, a bordo de um navio da MSC Cruzeiros, tendo sido, “a primeira vez que que se faz um roadshow em Portugal a bordo de um navio”.

A iniciativa contou com a participação de 94 pessoas no Funchal, 108 em Coimbra, 246 no Porto e cerca de 300 pessoas em Lisboa. “É a grande manifestação que se faz de Cuba durante todo o ano. Envolve 800 pessoas o que para a dimensão do nosso país é fantástico”, considera.

No que diz respeito à operação, José Manuel Antunes referiu que esta tem “melhorado” em termos de qualidade do produto e vai ser mais extensa, num total de 31 voos, mais cerca de 1900 lugares do que a operação de 2016.

A operação para Varadero tem início a 3 de Junho, finalizando a 7 de Outubro, enquanto para Cayo Coco a operação decorre de 10 de Julho a 11 de Setembro. O responsável recordou que durante 13 anos Portugal contou com um voo anual para Cuba, “o que estamos a tentar fazer é repor, começámos com 10 semanas, passámos para 14 semanas e agora para 19 semanas”. Para o próximo ano, “se correr bem este ano é altamente provável que se comece antes ou que se empurre um pouco mais”, avança.

Uma das novidades na programação do operador para Cuba é a parceria com a MSC Cruzeiros, na qual o operador turístico lança pacotes para Cuba com a possibilidade de iniciar um cruzeiro em Cuba. Vão ser comercializados dois itinerários: “Em Busca dos Piratas” e “As Baías Douradas de Cuba e Honduras”, ambos em regime de pensão completa e a bordo do MSC  Opera.

“A ligação aérea entre Cayo Coco este ano está melhorada e vai ser operada por uma companhia italiana, a Blue Panorama, num B767 com 164 lugares, via Holguin. O que garante o transporte para os combinados e até para as visitas à cidade de Havana”, refere o director-geral da Sonhando, revelando que o operador tem lugares de risco neste voo.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *