Governo vai eliminar dispensa de estrelas nos hotéis

Por a 27 de Abril de 2016 as 20:02

manuel caldeira cabralO ministro da Economia, Manuel Caldeira Cabral, garantiu, esta quarta-feira, que o Governo vai eliminar a dispensa de estrelas nos hotéis do Regime Jurídico dos Empreendimentos Turísticos (RJET), algo que o governante classificou como “uma figura que só gerou confusão e que não teve adesão por parte do mercado”. A garantia foi dada no discurso da tomada de posse dos órgãos sociais da Associação da Hotelaria de Portugal (AHP), que decorreu no Altis Grand Hotel.
O ministro, que momentos antes tinha ouvido o novo presidente da AHP, Raúl Martins, enumerar alguns desafios que enfrenta o sector, afirmou que partilha “as mesmas preocupações”. ” O aumento da procura significa que temos de apostar na formação, apostar em ter boas cidades, bom acolhimento, olhar para as infraestruturas de apoio e suporte aos turistas”, defendeu.
Caldeira Cabral garantiu que o Governo tem “consciência da transversalidade” do Turismo e que, por isso, “existe um trabalho diário de interligação com outros ministérios nomeadamente em termos de legislação para garantir que não são criados novos entraves ao desenvolvimento da actividade e para criar sinergias com outras áreas extremamente importantes para o Turismo, como a Cultura, Educação, Tecnologias e Inovação”.
O ministro disse que o Governo, está a “desbloquear situações que criaram novas obrigações às empresas e a simplificar a vida aos empresários deste sector”.
No final, Manuel Caldeira Cabral lembrou ainda algumas medidas que já foram colocadas em prática pelo actual governo, tais como o aceleramento  do Portugal 2020, a apresentação de mecanismos de financiamento às empresas, e a criação de um equipa especializada para a captação de eventos e congressos. “Todas estas medidas e outras fazem parte da mesma ideia de alargar as oportunidades em especial nas épocas mais baixas da procura”, sublinhou.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *