Marrocos regista crescimento ligeiro do mercado português

Por a 11 de Dezembro de 2015 as 12:33

Turismo de MarrocosA delegação oficial do Turismo de Marrocos em Portugal, organizou, na passada quinta-feira, dia 10 de Dezembro, no Hotel Tivoli, o seu jantar anual, onde reuniu parceiros e amigos de Marrocos para uma noite marroquina, que contou com o apoio da Soltrópico.

Em jeito de balanço do ano de 2015, o delegado do Turismo de Marrocos, Adbellatif Achachi, disse ao Publituris que o mercado português “reagiu bem”, apesar dos acontecimentos mundiais e da situação económica e política que se viveu este ano em Portugal. “Registámos até ao fim de Outubro um crescimento muito ligeiro de 1%, o que para mim é positivo, porque não estamos perder força no mercado português. E estamos a consegui-lo com a ajuda dos nossos parceiros operadores turísticos e da TAP”.

O responsável do Turismo de Marrocos em Portugal adiantou ainda que, em 2016, o destino vai reforçar a sua promoção e investimento nos principais mercados, que são o francês, inglês e alemão, de forma “parar a queda desses mercados”. Por outro lado e, no seguimento do que está acontecer noutros pontos do globo, como é o caso do conflito entre a Rússia e a Turquia, Marrocos vai investir no mercado russo. O mercado chinês, por ser actualmente o maior mercado emissor, vai também ser alvo de aposta do país.

Em Portugal, o responsável explica que o crescimento está a ser feito “passo-a-passo”. “Quando cheguei, em 2012, as minhas expectativas foram muito optimistas, mas tendo em conta a crise em Portugal, tivemos de rever as metas e prevemos um crescimento de 5% em cinco anos”.

Devido à aposta nos principais mercados emissores no próximo ano, em Portugal “as parcerias com os operadores vão ser paradas”. No entanto, Adbellatif Achachi admite que no segundo semestre de 2016 possa voltar a haver algum investimento.

Certo é que, no próximo ano, o Turismo de Marrocos vai participar na BTL, no Mundo Abreu, e realizar a semana marroquina no Centro Comercial Colombo.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *