Portugal recebe certificação Welcome Chinese

Por a 27 de Novembro de 2015 as 12:57

turistas_chineses_iPortugal acabou de receber o programa de certificação Welcome Chinese, um conjunto de padrões de serviço internacional standardizado, aprovados e divulgados pela China Tourism Academy (CTA).

Em entrevista ao Publituris, Dai Bin, presidente da China Tourism Academy, e Jacopo Sertoli, presidente da Welcome Chinese & Select Holding, afirmaram que “este programa inclui também a participação de empresas estatais, como a China Central Television (CCTV), rede estatal de televisão do país, e a China Union Pay (CUP), único emissor de cartões de crédito da China, representado em Portugal pela UNICRE” e todas as actividades promocionais têm a finalidade de dar visibilidade à certificação e aos seus participantes.

Segundo os responsáveis, a certificação destina-se a todas as empresas focadas no sector do Turismo e que pretendam atrair mais turistas e visitantes chineses, “nomeadamente hotéis, lojas, centros comerciais, museus, aeroportos, parques de diversão, empresas que desenham e oferecem itinerários turísticos (sightseeing), companhias ferroviárias”, acrescentando que, brevemente, também os restaurantes serão alvo desta autenticação.

Esta certificação é exclusiva e a única emitida e autorizada por uma entidade do Governo da República Popular na China. Para a obter, explicam Dai Bin e Jacopo Sertoli, existe uma lista de requisitos necessária para cada entidade, “entre eles pode ser a obtenção dum terminal de pagamento China Union Pay, o website traduzido para Chinês, indicações escritas em Chinês, guias disponíveis a pedido, pequeno-almoço chinês”.

De notar que a certificação Welcome Chinese já conta com mais de 500 entidades certificadas e com representação em 32 países e regiões no mundo.

Mafalda Valério, responsável pela Welcome Chinese na Edeluc, empresa de consultoria, refere que as perspectivas para o primeiro ano desta certificação em portugal são positivas. “Para atrair o mercado do turismo Chinês é necessário um investimento e adaptação, para o qual Portugal e as entidades devem apostar fortemente. Esta Certificação faz todo o trabalho necessário para tal e acreditamos que no nosso primeiro ano alcançaremos, pelo menos, 50 entidades certificadas, a comunicar na China e a aumentar largamente o número de turistas e visitantes chineses.”

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *