Travelers mantém operação para Djerba e Tunis

Por a 29 de Junho de 2015 as 12:16

1_Travelers_NovoLogoA Travelers informou, esta segunda-feira, que irá manter a sua operação para a Ilha de Ilha de Djerba e Tunis, na Tunísia, no seguimento do atentado terrorista que decorreu na passada sexta-feira em Sousse, no mesmo país.

No que diz respeito à operação para Djerba, destino que o operador turístico dispõe de voos semanais de Lisboa e Porto, aos domingos, aplicará os gastos de cancelamento aplicados nas reservas. Também as operações Lisboa – Tunis, da Tunisair, mantêm-se inalteráveis e serão aplicados os gastos de cancelamento correspondentes.

No entanto, a Travelers confirma o cancelamento da operação Porto – Enfidha que mantinha em conjunto com os operadores Soltrópico, Travelplan e Viajar Tours. Os clientes que pretendam cancelar a sua reserva poderão fazê-lo, sem gastos, ou alterar a sua reserva para a Ilha de Ilha de Djerba, conforme disponibilidade.

Em comunicado de imprensa, o operador turístico vem lamentar os eventos ocorridos na sexta-feira passada, em Sousse e apresenta as condolências à família das vítimas: “Mais uma vez, o destino Tunísia foi palco de um atentado terrível contra a vida humana”.

Neste âmbito, a Travelers destaca que, até informações em contrário, irá considerar estes terríveis acontecimentos como um acto isolado e, de acordo com as indicações dadas pelo Governo português adverte para as seguintes indicações:

“1. Aconselha-se os cidadãos portugueses à adopção de cuidados elementares de vigilância e prudência, bem como a observância das recomendações das autoridades locais sobre procedimentos de segurança nos locais de trabalho, nas residências e nas deslocações em território tunisino”.
“3. Recomenda-se particular atenção nas deslocações para zonas onde tenham ocorrido incidentes de segurança. A Embaixada de Portugal na Tunisia segue atentamente a evolução da situação ocorrida em 26-06-2015, em Kantaoui- Sousse e recorda que continua em serviço o número de telefone a utilizar exclusivamente em situações de emergência.”
A Travelers afirma que, uma vez que a sua operação tem como destino Tunis e Ilha de Djerba – locais onde não se verificou qualquer tipo de incidente – “consideramos que não há qualquer razão para alterar a operação”. No entanto, acrescenta, “consideramos natural a preocupação relativamente aos trágicos acontecimentos, mas todos temos consciência de que hoje a Tunísia é um destino ainda mais seguro, com um povo afável e hospitaleiro, que também ele repudia qualquer tipo de manifestação violenta”.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *