BTL 2015 espera ultrapassar 70 mil visitantes

Por a 10 de Fevereiro de 2015 as 13:46

Vítor Neto, presidente da Comissão organizadora da BTL, afirmou esta terça-feira que a 27ª edição da BTL, que decorre entre 25 de Fevereiro e 1 de Março, espera ultrapassar os 70 mil visitantes, depois de ter acolhido mais de 68 mil na edição passada, com um crescimento de 5% em relação a 2013.

O responsável, que falava no âmbito de um encontro no restaurante Zambeze, em Lisboa, com a presença de Adolfo Mesquita Nunes, secretário de Estado de Turismo, referiu que com uma área superior a 30 mil metros quadrados, “vamos ter cerca de mil expositores de empresas e entidades nacionais e internacionais, o Alentejo como destino nacional e teremos 12 novos destinos”, dos quais: China, Croácia, Extremadura, Guiné-Bissau, Tailândia, Peru, Colômbia, Paraguai, Irão, Roménia, e os estados brasileiros de Pernambuco e Santa Catarina.

No encontro, Fátima Vila-Maior, directora da BTL, afirmou que a edição deste ano da feira internacional de turismo não conta com nenhum destino internacional convidado. A responsável revela que, depois de um ano tão positivo para o sector no País, “o destino nacional e internacional será o Alentejo. Uma vez que o destino já está tão reconhecido internacionalmente, este ano achámos que fazia sentido que fosse Portugal.”

No programa de ‘hosted buyers’, o certame espera acolher mais de 2500 profissionais estrangeiros e alcançar três mil reuniões, onde além dos parceiros TAP, Turismo de Portugal e Entidades Regionais, juntam-se ao programa a APAVT, com representação de operadores (Citur, Oásis Travel, AIM Group International e TA DMC) e hotéis de Lisboa (Dom Pedro Palace, SANA, Sheraton, Turim, Mundial, Altis e Porto Bay).

Ainda neste âmbito, a BTL irá melhorar a forma de agendamento de reuniões dos ‘hosted buyers’, através de uma plataforma de agendamento, desenvolvida pela KEYforTravel, de forma a garantir uma maior organização nos encontros com os profissionais. [Ler mais aqui]

A responsável referiu ainda que o programa de ‘hosted buyers’ será reforçado: “Definimos uma estratégia, em que os ‘hosted buyers’ têm a opção de fazer um ’tour’” numa região do País e, ao mesmo tempo, participar na BTL.

Tendo já anunciado a aposta da BTL nos segmentos de MICE, turismo religioso e Enoturismo no programa de ‘hosted buyers’ (ler aqui), Fátima Vila-Maior acrescentou que um grupo vindo da Malásia e das Filipinas irá participar num ’tour’ em Fátima, seguindo-se depois para a feira.

Para a edição de 2015, com um investimento total de um milhão de euros em promoção, a BTL espera ainda tornar-se no ‘Hub’ para a Lusofonia, através do programa de compradores internacionais. Com uma área dedicada em exclusivo ao Brasil, o objectivo passa por alargar este espaço futuramente a Cabo Verde, Moçambique e Angola.

Vítor Neto, referindo-se ainda ao bom desempenho do sector do turismo no ano de 2014, diz que “a BTL também se sente um pouco parte deste sucesso, pelo trabalho que temos feito ao longo dos anos.” O responsável apontou para o período entre 2009 e 2012 como anos difíceis para o turismo, “anos em que empresas e sectores desfaleceram perante as dificuldades e que a BTL fez um esforço para se manter viva. Flexibilizamos a nossa intervenção, facilitámos a participação de empresas e várias regiões e, hoje, também nos sentimos orgulhosos destes resultados no turismo”. Como tal, garante, a aposta para este ano “é termos instrumentos para a consolidação destes resultados e para darmos mais força para continuarmos a crescer.”

Adolfo Mesquita Nunes concluiu a apresentação da BTL afirmando esperar que esta edição corra tão bem como a do ano passado, uma vez que será a última durante o seu mandato.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *