‘Férias Pop, Agência Top’ nas lojas 2.ª feira

Por a 7 de Maio de 2014 as 22:53

‘Férias Pop, Agência Top’ é o nome da campanha de Verão da TopAtlântico que chega segunda-feira, 12 de Maio, às lojas para o público em geral. O lançamento decorreu esta quarta-feira, 7 de Maio, na ‘Pop Night’, onde a agência apresentou a programação aos parceiros e clientes habituais.

À margem do evento, Rogério Cardoso, director de marketing e comunicação da ES Viagens, explicou que “esta campanha surge na sequência da campanha da BTL, onde o tema já era ‘Pop’.” “O que queremos com este tema é, basicamente, dar a todos os portugueses as melhores férias possíveis. Para isso, tal como a música pop, que é abrangente, transversal e descontraída, alargámos o mais possível o leque de destinos e preços e temos as ofertas mais competitivas do mercado para todos os segmentos e bolsas.”

Algo que a TopAtlântico procurava “ao longo dos últimos anos, mas que, acho, nunca foi tão forte com o apoio dos nossos parceiros como nesta campanha. Daí toda esta mensagem descontraída, este evento para os clientes e os anúncios que vão começar a ouvir na rádio.” Sobre a campanha publicitária que envolve esta iniciativa, Rogério Cardoso explicou que, tal como a música pop que passa na rádio, a ‘Férias Pop, Agência Top’ vai ser publicitada, “essencialmente”, na rádio. A mesma estará nos pontos de venda e “vamos experimentar alguns táxis muito coloridos que vão andar em Lisboa e no Porto.” Isto, além do lançamento da campanha, na ‘Pop Night’.

DESTAQUES

Como destaques desta programação, o responsável refere que “o nosso mercado é, por tradição, um mercado que não muda muito em termos de destinos.” Assim, a TopAtlântico salienta as “novidades para este ano”, como “os voos para Cayo Coco; reforçámos muito o Algarve, em termos de oferta e com a colaboração da Região de Turismo do Algarve; temos a coincidência de estar a decorrer também a campanha da Disney, portanto é uma aposta muito forte; e, depois, são os destinos que os portugueses gostam e têm preferido nos últimos tempos: Cabo Verde, Caraíbas, alguma coisa do Brasil, ilhas espanholas, Madeira, Açores, cruzeiros.”

“Na realidade, acho que é uma oferta muito completa”, considera Rogério Cardoso, dando conta das perspectivas da TopAtlântico para 2014: “A começar pela BTL, que foi um momento mais forte que em anos anteriores, correu bem. A Páscoa, apesar da oferta do mercado ser limitada nesta altura, também correu bem. Portanto, diria que, se formos capazes de continuar a passar a mensagem positiva aos clientes e a dar-lhes bom serviço, fidelizados e estes continuarem a sentir que somos uma mais-valia, são eles que vão dizer se isto vai correr bem ou mal.”

O objectivo, diz o responsável da ES Viagens, é “que os nossos clientes gostem da oferta, continuem a sentir que a TopAtlântico é a agência de referência e confiança para eles.”

Apesar do fecho de algumas lojas, outras abriram, pelo que a marca continua com entre 45 e 47 lojas, referiu Rogério Cardoso, indicando: “Vamos continuar a modernizar as lojas, mudámos algumas agências (…), mas o que os clientes vão sentir é um serviço ainda mais cuidado, uma atenção ainda maior ao cliente e uma oferta muito ampla e competitiva.”

Recusando que a TopAtlântico beneficia algum operador, o responsável explicou: “É óbvio que temos capital num dos operadores de referência no mercado, mas não somos só nós; e todo o mercado tem dado à Solférias alguma preferência em termos de produto. Alargámos e temos vindo a alargar ao longos dos últimos anos o nosso leque de fornecedores, mas temos um núcleo de parceiros, mais do que fornecedores, que nos dizem que sim nas acções e campanhas e, naturalmente, que terão maior ou menor destaque.”

“Uma das nossas preocupações é que os operadores sejam de confiança, verdadeiramente parceiros e possamos ter a garantia de um serviço de qualidade aos nossos clientes, que são o mais importante”, concluiu Rogério Cardoso, revelando, ainda sem pormenores, que a TopAtlântico “tem na calha uma ou duas parcerias, neste caso não com agências ou operadores, para uma progamação de nicho.”

 

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *