Assine já
Agenda

Universidade Europeia debate importância turismo e desporto na economia

A iniciativa acontece no próximo dia 3 de Abril na Universidade Europeia, em Lisboa.

Raquel Relvas Neto
Agenda

Universidade Europeia debate importância turismo e desporto na economia

A iniciativa acontece no próximo dia 3 de Abril na Universidade Europeia, em Lisboa.

Sobre o autor
Raquel Relvas Neto
Artigos relacionados
Chaves recebe Congresso Internacional de Termalismo 2019
Homepage
São Jorge recebe Fórum de Empreendedorismo em Turismo Acessível e Social
Agenda
Vê Portugal adiado para setembro
Homepage
“O Turismo no Minho pós coronavírus” em debate
Homepage

Adolfo Mesquita Nunes, secretário de Estado do Turismo, João Cotrim de Figueiredo, presidente do Turismo de Portugal, José Roquette, administrador do Grupo Pestana, Frédéric Frère, CEO da Travelstore, e Maria Graça Carvalho, deputada do Parlamento Europeu são algumas das personalidades que vão participar na II Tourism, Hospitality & Sports Week, a decorrer entre 3 e 5 de Abril, na Universidade Europeia, em Lisboa. 

Na sessão de abertura, no dia 3, quinta-feira, serão debatidos temas como o turismo e internacionalização da economia portuguesa, a competitividade e a digitalização do turismo e o futuro da distribuição. Será também apresentado nesse dia, um projecto de investigação da Universidade Europeia, elaborado em parceria com o Forum Turismo 2.1., que pretende analisar a evolução dos padrões de consumo e do processo de decisão de compra de produtos turísticos.

Ao longo da semana, a Universidade Europeia – que pertence à Laureate International Universities – irá oferecer um programa de actividades e seminários dirigidos aos diferentes actores da indústria do turismo e do desporto.

 

Sobre o autorRaquel Relvas Neto

Raquel Relvas Neto

Mais artigos
Artigos relacionados
Transportes

Azores Airlines vai voar para Bilbao a partir de julho de 2023

A operação vai ser semanal, contando com uma ligação aérea realizada aos sábados, entre 1 de julho e 30 de setembro de 2023.

Inês de Matos

A Azores Airlines, companhia aérea internacional do Grupo SATA, vai passar a voar para Bilbao, capital do País Basco, em Espanha, a partir de julho de 2023, segundo informação publicada no Linkedin pelo Aeroporto de Bilbao e que foi partilhada pelo grupo de aviação açoriano.

“Um novo destino para o próximo verão, que vem aumentar a oferta de férias”, destaca o Aeroporto de Bilbao na publicação no Linkedin, dando conta que as ligações arrancam em julho e ligando a capital do País Basco ao arquipélago dos Açores.

O jornal regional Diário dos Açores acrescenta que a operação vai ser semanal, contando com uma ligação aérea realizada aos sábados, entre 1 de julho e 30 de setembro, entre Bilbao e a cidade de Ponta Delgada, em São Miguel.

A nova rota da Azores Airlines vai ser operada num avião A321neo/LR e as vendas para os novos voos da companhia aérea já se encontram disponíveis para compra.

 

Sobre o autorInês de Matos

Inês de Matos

Mais artigos
Destinos

Brasil é o melhor destino da América do Sul para cruzeiros e viagens de jovens – WTA

O Brasil acaba de ser eleito o melhor destino da América do Sul para cruzeiros e viagens de jovens, pelos World Travel Awards (WTA), enquanto o Rio de Janeiro foi apontado, pela terceira vez consecutiva, como o melhor destino para turismo desportivo naquele continente.

Publituris

O anúncio foi feito na Jamaica pelos World Travel Awards, iniciativa global que reconhece a excelência em viagens e turismo.

O reconhecimento chegou após pesquisa realizada pela organização junto às principais marcas de viagens, turismo e alojamento.

Estima-se que a última temporada de cruzeiros no Brasil movimentou mais de 1,08 mil mlhões de Reais, enquanto, a previsão para a próxima época e de 3,3 mil milhões.

No que diz respeito a férias dos jovens, refira-se que o Brasil tem sido muito procurado por este target a nível internacional, que buscam destinos de lazer, gastronômicos e de aventura, como Gramado, no Rio Grande do Sul; Porto Seguro e Salvador, na Bahia; e Rio de Janeiro.

Quanto ao turismo desportivo, o Rio de Janeiro é procurado para acolher eventos desportivos de carater internacional, para além de oferecer inúmeras opções para turistas que procuram destinos para a prática de algum tipo de desporto.

 

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Distribuição

IV Convenção da Mercado das Viagens nos dias 4 e 5 de fevereiro de 2023 na Batalha

Com o tema “Oportunidades In/Out”, a rede de agências de viagens Mercado das Viagens, marcou a sua IV Convenção para os dias 4 e 5 de fevereiro de 2023, na Batalha.

Publituris

O programa do encontro ainda não é conhecido, mas já se sabe que decorrerá no Hotel Vila Batalha, pelo que a rede informa aos agentes de viagens que caso tenham necessidade de reservar alojamento nessa unidade hoteleira, foram bloqueados quartos com o valor de € 76 TWB e € 70 SGW (já com IVA).

Refira-se que a Mercado das Viagens tem vindo a expandir-se, com a abertura de novas agências de viagens em vários pontos do país, seguindo as premissas de sustentabilidade que desde o início foram instituídas como política a seguir.

“A maior cobertura geográfica, permite-nos alargar o nosso mercado alvo, e oferecer um produto de qualidade, assegurando-lhe uma cultura de serviço tão intrínseca à nossa marca”, apontava Adriano Portugal, diretor geral da rede, a propósito da abertura recente de uma nova loja.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Transportes

Turkish Airlines lança campanha de ‘early bird’ para Istambul à partida de Lisboa e Porto

A campanha de ‘early bird’ da Turkish Airlines conta com tarifas desde 179 euros e é válida para voos com destino em Istambul, à partida de Lisboa e do Porto.

Publituris

A Turkish Airlines lançou uma campanha de ‘early bird’ para Istambul que prevê partidas de Lisboa e Porto, cujos preços começam nos 179 euros  com taxas incluídas, e que é válida para compras realizadas entre dos dias 20 e 30 de setembro.

Numa nota enviada à imprensa, a companhia aérea de bandeira da Turquia indica que a campanha se aplica a viagens realizadas entre 1 de outubro de 2022 e 31 de março de 2023, com exceção dos períodos entre 15 de dezembro e 2 de janeiro para partidas, e 29 de dezembro e 9 de janeiro para regressos.

Na informação divulgada, a transportadora aérea turca revela que esta campanha é válida para voos puros da Turkish Airlines e alerta que a emissão de bilhetes deve ser realizada um dia após a reserva, sendo o período máximo de estadia de 15 dias.

As tarifas desta campanha permitem alterações de acordo com as regras de tarifa, mas não são reembolsáveis, sendo que a campanha conta com lugares limitados e não se aplica a reservas de grupos, nem permite a realização de upgrades.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Destinos

Portugal apresenta-se em Londres como destino “original e alternativo”

“As pessoas queriam coisas diferentes, originais, alternativas, que tenham uma ligação grande com a componente do planeta, das pessoas, com a sustentabilidade”, afirmou o presidente do Turismo de Portugal, Luís Araújo, durante o FTWeekend Festival, em Londres.

Publituris

Desde a pandemia de covid-19 que os britânicos olham mais para Portugal como um destino “original e alternativo” às férias com “sol e praia”, disse o responsável à Agência Lusa

Foi com o objetivo de promover esta imagem que a entidade fez uma parceria com o jornal Financial Times no FTWeekend Festival, um evento onde escritores, cientistas, políticos, cozinheiros, artistas e jornalistas protagonizaram palestras e debates sobre temas como o clima, ambiente ou cultura.

O evento, destinado a um público de “segmento alto”, explicou à Lusa, foi “uma oportunidade para, saindo da bolha do turismo ou das viagens, associar a marca Portugal (…) às artes, arquitetura, finanças, tecnologia”.

Realizado desde 2916 no parque de Hampstead Heath, no norte de Londres, o FTWeekend Festival atrai anualmente mais de 3.000 pessoas, sendo o preço do bilhete normal de acesso 119 libras (138 euros).

O programa incluiu três painéis dedicados especificamente a Portugal.

“Queremos mostrar um Portugal diferente, que se preparou durante estes dois anos, e que está mais do que pronto para receber turistas que procuram destinos alternativos”, apontou Luís Araújo.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Transportes

Lisboa recebe visita do maior navio de madeira do mundo

O Götheborg of Sweden é o maior navio de madeira do mundo e uma réplica de um navio sueco do século XVIII da Companhia das Índias Orientais, e está em Lisboa até sexta-feira, 9 de setembro.

Publituris

A capital portuguesa recebeu esta segunda-feira, 5 de setembro, a primeira visita do Götheborg of Sweden, o maior navio de madeira do mundo, que é uma réplica de um navio sueco do século XVIII da Companhia das Índias Orientais e que está a realizar a Expedição Ásia 2022/2023.

Até 9 de setembro, o Götheborg of Sweden vai estar em Lisboa, naquela que é a sua primeira passagem pela capital portuguesa e por Portugal, e vai estar aberto para visitas do público, que pode assim apreciar o navio, que é uma réplica de um navio sueco que fundou ao largo de Gotemburgo em 1745.

A capital portuguesa é uma das escalas do Götheborg of Sweden, que está a seguir os passos do navio sueco original e a realizar uma expedição à Ásia que vai durar dois anos, com o objetivo de promover as relações comerciais entre a Europa e a Ásia.

“A presença deste navio no rio Tejo é um momento grandioso e um evento emocionante para a cidade, que nos dará a oportunidade para conhecer melhor esta expedição, cuja missão se baseia em valores humanos, na inovação e na sustentabilidade”, considera Alberto Laplaine Guimarães, Secretário-Geral da Câmara de Lisboa, afirmando que é um orgulho para a capital portuguesa fazer parte do itinerário nesta expedição.

O navio vai permanecer no Mediterrâneo durante o inverno, seguindo, posteriormente, para a Ásia, onde a sua chegada está prevista para março de 2023, esperando-se que, em setembro, chegue a Xangai, que é o destino final desta expedição.

O Götheborg of Sweden partiu de Gotemburgo, na Suécia, a 8 e junho de 2022 e, desde então, passou já por Helsingborg, Helsínquia, Estocolmo, Copenhaga, Oslo, Londres e Bremerhaven, sendo a capital portuguesa a 8.ª escala deste navio. Depois de Lisboa, o Götheborg of Sweden  tem escala prevista em Málaga.

“Lisboa foi considerada, desde o início, como um destino de paragem obrigatória nesta nossa viagem”, afirmou Kristoffer Bennis, diretor da Expedição do Götheborg of Sweden, explicando que a capital portuguesa “´é uma metrópole que está na boca do mundo com uma comunidade cada vez mais inovadora e culturalmente interessada” e que tem ainda “uma forte história marítima”.

Até 9 de setembro, o navio vai estar atracado no Cais Rocha Conde de Óbidos, em Lisboa, sendo possível realizar visita para conhecer a embarcação e a sua história, além de estarem também abertas as candidaturas para participar na viagem como membro da tripulação, até Málaga e nos percursos seguintes.

“As candidaturas para se juntar a esta viagem estão abertas a qualquer um. O navio conta com cerca de 20 tripulantes profissionais. Os restantes 50 membros que integram a tripulação do convés são cidadãos comuns que viajam connosco pela aventura, experiência e oportunidade de aprender a navegar num navio do século XVIII”, lê-se num comunicado divulgado esta segunda-feira.

Todas as informações sobre o Götheborg of Sweden estão disponíveis aqui, onde é também possível saber mais sobre as visitas em Lisboa e sobre as candidaturas para ser um membro da tripulação.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Transportes

TAP “já começou” a reforçar frota da Portugália

Dois dos seis aparelhos que vão reforçar a frota da companhia aérea regional da TAP já estão em operação, esperando-se que a frota da Portugália fique completa até final de janeiro de 2023.

Publituris

A TAP “já começou” a reforçar a frota da Portugália, que vai passar de 13 para 19 aeronaves, estando já em operação dois dos seis aparelhos que vão reforçar a frota da companhia aérea regional da TAP.

De acordo com a Lusa, que cita fonte oficial da TAP, além dos dois aviões que já estão a operar sob a bandeira da Portugália, existem ainda três aparelhos que estão, neste momento, em processo de ‘phase-in’ [introdução gradual] em Lisboa, esperando-se ainda a chegada de outro avião.

“Em setembro serão 16 e, no final de outubro, 17 aeronaves”, refere a fonte da TAP à Lusa, acrescentando que a meta das 19 aeronaves na frota da Portugália será atingida “até ao final de janeiro de 2023”.

A Lusa recorda que, na passada sexta-feira, 2 de setembro, a Autoridade Nacional da Aviação Civil (ANAC) publicou uma alteração na licença da Portugália, a pedido da companhia, que pode assim aumentar a capacidade e a frota da empresa para 19 aeronaves, segundo um despacho publicado em Diário da República.

De acordo com a ANAC, “tendo a referida empresa [Portugália] requerido a alteração da licença de exploração de que é titular e, estando cumpridos todos os requisitos exigíveis para o efeito”, a entidade alterou a licença da companhia.

Assim, a Portugália, do grupo TAP, passa a ter licença para operar “10 aeronaves de peso máximo à descolagem não superior a 62.000 kg e capacidade de transporte até 146 passageiros” e “nove aeronaves de peso máximo à descolagem não superior a 55.000 kg e capacidade de transporte até 122 passageiros”.

Recorde-se que, na última alteração à licença, publicada em março do ano passado, em que a transportadora alterou a sua sede social, o equipamento para o qual tinha licença era “seis aeronaves de peso máximo à descolagem não superior a 61 t [toneladas] e capacidade de transporte até 133 passageiros” e “nove aeronaves de peso máximo à descolagem não superior a 52 t e capacidade de transporte até 114 passageiros”, ou seja, 15 aeronaves.

A entrega das aeronaves está, no entanto, atrasada devido à pandemia da COVID-19 e à guerra na Ucrânia, o que levou mesmo a Portugália a recorrer a um contrato ACMI, ou seja, um contrato de prestação de serviços externos, para fazer face às necessidades previstas para o verão, o que foi justificado pelo atraso na entrega de aviões Embraer à empresa.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Aviação

Bruxelas quer rastreios mais eficazes de passageiros e tecnologia para evitar caos nos aeroportos

Para evitar que o caos nos aeroportos da União Europeia (UE) se volte a repetir, Bruxelas propõe medidas como a “preparação dos passageiros para o rastreio e encorajando os aeroportos a avançar para o desenvolvimento de tecnologias mais eficientes”.

Publituris

A Comissão Europeia quer tornar os rastreios de passageiros mais eficazes e melhorar a tecnologia para controlo de bagagens, medidas que são vistas como soluções para evitar que o caos registado este verão nos aeroportos europeus se volte a repetir.

“A Comissão continua a acompanhar a situação em estreito contacto com as autoridades de segurança da aviação dos Estados-membros […] e está a explorar com as autoridades dos Estados-membros e a indústria soluções práticas para acelerar o rastreio dos passageiros e das bagagens de cabina sem comprometer os níveis de segurança”, disse à Lusa fonte do executivo comunitário.

Para evitar que o caos nos aeroportos da União Europeia (UE) se volte a repetir, Bruxelas propõe medidas como a “preparação dos passageiros para o rastreio e encorajando os aeroportos a avançar para o desenvolvimento de tecnologias mais eficientes”.

A Comissão Europeia diz estar em contacto com as autoridades nacionais dos vários Estados-membros, assim como com o setor da aviação, para “melhorar a fase preparatória do processo de rastreio de modo a limitar a necessidade demasiado frequente de repetir o rastreio e/ou efetuar controlos suplementares”.

“Isto poderia ser conseguido, por exemplo, através do destacamento de pessoal não especializado nas áreas que se aproximam do ponto de rastreio para orientar os passageiros e recordar-lhes as principais melhores práticas num processo de rastreio eficiente”, propõe a Comissão Europeia.

O executivo comunitário propõe ainda que os aeroportos avancem com “tecnologia de maior desempenho que poderia ajudar a melhorar e acelerar o rastreio da bagagem de cabina nos pontos de controlo”.

“Por exemplo, os aeroportos equipados com sistemas para a deteção automática de explosivos sólidos e líquidos na bagagem de cabine beneficiariam de uma experiência de rastreio que proporcionasse um maior rendimento, bem como características de segurança melhoradas”, precisa a mesma fonte, numa resposta por escrito à Lusa.

A Comissão Europeia garante ainda que, “em resposta aos muitos cancelamentos de voos e aos longos atrasos observados este verão, está a acompanhar de perto a situação e está em estreito contacto com os organismos nacionais responsáveis pela aplicação dos direitos dos passageiros aéreos e com as diferentes partes do setor da aviação”.

“O setor foi devidamente informado de que os direitos dos passageiros devem ser respeitados e que devem ser oferecidas aos passageiros viagens aéreas fiáveis, agradáveis, seguras e protegidas”, salienta.

Apesar dos problemas registados este verão, Bruxelas diz estar “ciente de algumas reações positivas específicas relativamente à contratação de pessoal adicional de segurança nos aeroportos nos últimos meses”, e revela que não tem conhecimento de “situações de deterioração em termos de pessoal de segurança disponível”.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Emprego e Formação

Mais de 130 alunos da EHTC em estágio

Mais de 130 alunos da Escola de Hotelaria e Turismo de Coimbra (EHTC) encontram-se em fase final dos estágios curriculares relativos ao ano letivo 2021-2022.

Publituris

Foram três meses de aprendizagem, técnica e profissional, onde os atuais alunos da EHTC e futuros profissionais do setor do Turismo colocaram em prática os conhecimentos adquiridos, agora em contexto real de trabalho e em empresas de norte a sul de Portugal continental e ilha da Madeira.

Num contexto de grande necessidade de mão-de-obra qualificada no setor do Turismo, nos principais destinos e um pouco por todo o mundo, é de salientar ainda os diversos estágios realizados por alunos da EHTC em países da Europa como França, Itália, Espanha, Grécia e Chipre.

As áreas de atuação são transversais às temáticas formativas da EHTC, destacando-se, nomeadamente, Cozinha/Pastelaria, Restaurante/Bar, Gestão Hoteleira, Turismo Cultural e Património e Turismo de Natureza e Aventura.

Os alunos terminarão este seu percurso académico curricular ao longo do mês de setembro. Uns regressarão à EHTC para terminar o curso, outros, porque o estágio representou o final do seu percurso formativo na escola, ingressarão de imediato no mercado de trabalho, dada a procura que neste momento as empresas demonstram em relação a este tipo de profissionais.

Refira-se que a Escola de Hotelaria e Turismo de Coimbra mantém abertas, até ao dia 15 de setembro, as inscrições para o ano letivo 2022/2023, para as seguintes áreas e cursos: Gestão Hoteleira e Alojamento, Gestão de Restauração e Bebidas, Gestão e Produção de Cozinha e Turismo de Natureza e Aventura, bem como Técnico de Restaurante/Bar e Técnico de Cozinha/Pastelaria, Técnicas de Serviço de Restauração e Bebidas on-the-job e Técnicas de Serviço de Cozinha/Pastelaria on-the-job.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Transportes

MSC Cruzeiros promove seis cruzeiros com partida e chegada ao Funchal

No total, a MSC Cruzeiros vai disponibilizar seis cruzeiros com diferentes durações no Funchal, entre setembro e novembro de 2022, a bordo do navio MSC Magnifica.

Publituris

A MSC Cruzeiros está a promover os seis cruzeiros que, entre setembro e novembro, vão ter partida e chegada ao Funchal, na Madeira, e que são realizados pelo navio MSC Magnifica, com duração que varia entre as cinco e as 13 noites.

“Entre setembro e novembro de 2022, a MSC Cruzeiros dará aos passageiros portugueses a possibilidade de embarcar e/ou desembarcar no Funchal para seis itinerários com tudo incluído a bordo do MSC Magnifica, numas férias inesquecíveis pelo Mediterrâneo Ocidental”, destaca a companhia de cruzeiros num comunicado divulgado esta segunda-feira, 5 de setembro.

Os itinerários com partida e chegada ao Funchal arrancam em setembro, com dois cruzeiros de 11 noites, entre 22 de setembro e 3 de outubro, incluindo escalas em Málaga, Marselha, Génova, Barcelona, Casablanca e Santa Cruz de Tenerife antes do regresso novamente ao Funchal.

Opção é também o itinerário de nova noites que o MSC Magnifica vai realizar a partir de 14 de outubro e que conta com escalas em Málaga, Marselha, Génova e Barcelona, realizando o desembarque no Funchal.

A opção mais longa é um cruzeiro de 13 noites, que tem partida e chegada ao Funchal, assim como escalas em Tanger, Málaga, Marselha, Génova, Barcelona, Casablanca, Santa Cruz de Tenerife e Arrecife de Lanzarote.

Disponível está também um minicruzeiro de cinco noites, cuja partida do Funchal acontece a 5 de novembro, e que passa por Málaga, Marselha e Génova, assim como um itinerário de seis noites à partida de Génova, com escalas em Barcelona, Casablanca e Santa Cruz de Tenerife, cuja chegada ao Funchal está prevista para 22 de setembro.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos

Navegue

Sobre nós

Grupo Workmedia

Mantenha-se conectado

©2021 PUBLITURIS. Todos os direitos reservados.