Fundo de Captação de Congressos Internacionais alargado mais um ano

Por a 31 de Janeiro de 2014 as 12:14

Adolfo Mesquita Nunes, secretário de Estado do Turismo, anunciou esta sexta-feira, no 2º Congresso da APECATE, a prorrogação do Fundo de Captação de Congressos Internacionais por mais um ano.

O executivo justificou esta medida pela necessidade de “fazer algumas alterações aos instrumentos actuais que temos, por isso decido alterar as condições de acesso ao Fundo de Captação de Congressos Internacionais, prorrogando por mais um ano a sua vigência”. Estas alterações vão “permitir o acesso ao fundo candidaturas de menor dimensão do que as previstas, passando a ser possível a partir dos 300 congressistas, quando até aqui era de 450”.

Até ao momento foram apresentadas 61 candidaturas, 39 das quais foram realizadas, representando um milhão e 67 mil euros de apoio, além dos serviços aeroportuários. Estas candidaturas dizem respeito a congressos entre 2011 e 2019.

 

Uma das novidades na captação de congressos internacionais para Portugal será também o apoio das equipas do Turismo de Portugal no estrangeiro nesta matéria. Segundo o secretário de Estado do Turismo, as equipas vão ter como objectivo “o de prestar o melhor apoio à captação de congressos e eventos”. “Pretendemos não só que os nossos delegados sejam uma ajuda na promoção do destino, como também na captação de congressos”, indicou.

No que diz respeito à actuação do Turismo de Portugal no país, Adolfo Mesquita Nunes indicou ainda que o gabinete de apoio ao empresário do instituto público sofrerá uma reorganização. O gabinete irá “fomentar a capacidade das vossas empresas concluírem com sucesso as candidaturas aos vários processos de financiamento e aos vários fundos comunitários do próximo quadro”. Esta reorganização tem também como objectivo, “e será capacitado para isso mesmo, transformá-lo numa espécie de provedor do cliente, no contacto com outros organismos públicos”.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *