Melchior Moreira reeleito presidente

Por a 26 de Agosto de 2013 as 10:02

Melchior Moreira foi reeleito por mais de 96 por cento dos votos numas eleições em que votaram 88 de 129 eleitores.

Sob o lema “Um Destino com Norte”, Melchior Moreira foi eleito, na passada sexta-feira, como presidente da nova Entidade Regional de Turismo do Porto e Norte, resultante da nova Lei 33/2013 de 16 de Maio, que estabelece o regime jurídico das áreas regionais de Turismo de Portugal continental e que extinguiu o Turismo do Douro integrando-o na Entidade Regional de Turismo do Porto e Norte.

Melchior Moreira foi o único candidato que se apresentou a sufrágio eleitoral sendo apoiado pela esmagadora maioria dos autarcas do PS e do PSD e pelos representantes do sector privado.

No seu programa eleitoral Melchior Moreira afirmou a necessidade de apostar na formação e no emprego dos activos e de novos profissionais do sector turístico, através de uma crescente ligação ao mundo científico da região; continuar a aposta com base numa oferta verdadeiramente diferenciadora; potenciar o trabalho desenvolvido pelas caves do Vinho do Porto; congregar esforços em defesa de uma única entidade responsável pela promoção interna e externa do destino Porto e Norte; apostar estrategicamente junto das comunidades portuguesas espalhadas pelo mundo e em especial com os PALOP; continuar a apostar forte nas redes sociais e nas tecnologias limpas; aumentar a rede de Lojas Interativas de Turismo e na sua plataforma digital de informação; Apostar num projeto vocacionado para promover o Douro verdadeiramente e de forma integrada; desenvolver esforços no sentido de diminuir a taxa do IVA na restauração e do IRC no sector; defender um “Plano Estratégico Integrado e Multissectorial para a Região”; entre outras.

No entender de Melchior Moreira, é “fundamental continuar a apostar no desenvolvimento, inovar, potenciar e valorizar o Turismo da Região Norte e, em especial, potenciar o prestígio e visibilidade da marca Porto e Norte de Portugal no mercado global”, segundo comunicado.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *