Brasil quer reprimir preços de hotéis “abusivos” na Copa e Olímpicos

Por a 22 de Fevereiro de 2013 as 12:14

As entidades representantes da hotelaria brasileira e o Ministério do Turismo vão definir acções para que não sejam praticados preços abusivos durante a Copa de 2014 e os Olímpicos de 2016.

“Tarifas abusivas serão coibidas”, disse o secretário executivo do Ministério, Valdir Simão, depois de uma reunião com os representantes. “Não podemos permitir que os nossos destinos sejam considerados caros”, acrescentou.

Por outro lado, os empresários assumiram o compromisso de “adoptarem um posicionamento de mercado com foco no longo prazo com tarifas adequadas”.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *