Taxa de ocupação sobe no Algarve

Por a 6 de Março de 2012 as 12:53

Apesar de todas as dificuldades que estão a afectar o sector hoteleiro, levando a um aumento da sazonalidade, o Algarve parece ter invertido esta tendência em Fevereiro, ao registar uma taxa de ocupação global média/quarto de 34,8%, um acréscimo de 4,2%, face ao mesmo mês de 2010.

De acordo com os número revelados pela AHETA, que sublinha o facto de “este ano o Carnaval ter tido lugar em Fevereiro, enquanto em 2011 se realizou em Março”, as principais subidas, no que respeita as categorias, ocorreram nos hotéis e aparthotéis de quatro e cinco estrelas; enquanto as maiores descidas foram verificadas nos aldeamentos e apartamentos turísticos.

Por categoria de estabelecimento, os hotéis e aparthotéis de duas estrelas foram os que apresentaram ocupações mais elevadas (41,4%); e os aldeamentos e apartamentos turísticos de cinco e quatro estrelas as mais baixas (18,6%).

Quando a análise é feita à zona geográfica, Monte Gordo / VRSA apresentou a taxa de ocupação mais alta (70,4%); à medida que Lagos / Sagres teve a mais baixa (17,8%).

Por nacionalidades, as principais subidas ocorreram nos mercados holandês (+18,7%) e britânico (+7,1%); e as descidas nos espanhol (-8,1%) e alemão (-6,4%).

O volume de negócios total, no mês em análise, apresentou uma subida ligeira de 0,3%, “o que evidencia a redução dos preços praticados”, refere a AHETA.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *