Rent-a-car quer incentivo fiscal para carros eléctricos

Por a 24 de Setembro de 2010 as 11:17

O sector de rent-a-car vai pedir ao Governo um incentivo fiscal à aquisição de carros eléctricos, que deverão ser colocados no mercado no início de 2011, à semelhança do que acontece com os particulares que optam pela compra destas viaturas ‘verdes’.

“Se o rent-acar, como o Ministério da Economia diz, poderá vir a ser o grande divulgador deste tipo de carros, temos que ter alguns apoios, nomeadamente em matéria fiscal, porque a compra destas viaturas é uma ‘caixa de Pandora’”, afirmou ao Publituris Joaquim Robalo de Almeida, secretário-geral da ARAC, argumentando: “Nós não sabemos o que é que vai sair daqui. Estes carros custam 35 mil euros e não sabemos quanto é que eles valem ao fim de 1 ou 2 anos, pode ser um negócio positivo ou muito mau para as empresas”.

Outro dos problemas apontados pela ARAC diz respeito aos postos de carregamento deste tipo de veículos, que, segundo Joaquim Robalo de Almeida, “ainda não existem”. “Que eu saiba só existe o do El Corte Inglés, não existe mais nenhum”, salienta, recordando que o Ministério da Economia tinha falado nas construção de dois mil postos até ao final do presente ano.

“Se não existirem os postos, as encomendas dos carros eléctricos, provavelmente, vão ter que ser adiadas”, diz o responsável.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *