Marsans com emissão directa através da TAP

Por a 22 de Abril de 2010 as 18:21

Após a IATA ter retirado a autorização de emissões aéreas à Marsans em Espanha e Portugal, a rede está a contar com o apoio das várias companhias aéreas, entre as quais a TAP.

Esta colaboração passa por um acordo em que as emissões são feitas directamente nas companhias (portanto, sem passar pelo BSP) e além da TAP contam-se ainda a Iberia, Iberworld “que inclusivamente tem um colaborador nos nossos escritórios em Espanha”, Air Berlin e Spanair, Air Europa, British Airways, entre outras.

“A TAP está a colaborar connosco e foi incansável nesta situação. Através desta medida estamos a funcionar a 99%”, embora o director geral adiante que, “para a semana pensamos dar as garantias que a IATA pede”, refere Constantino Pinto, director da Marsans em Portugal.

Por seu turno, o porta-voz da companhia, António Monteiro refere que “A TAP está a colaborar temporariamente com a Marsans, e não sente qualquer receio, dado que é um parceiro de negócio que sempre cumpriu os seus compromissos”.

Constantino Pinto explica que a Marsans sempre cumpriu “rigorosamente” o pagamento do BSP à IATA e afirma que não compreende a decisão recente desta ao retirar a autorização de emissão e pedir o depósito de 20 milhões de euros “ainda mais num prazo tão curto” para, segundo ela, “dar garantias às companhias aéreas”. O responsável estranha ainda mais a decisão porque estas são algumas das companhias que passaram a apoiar a rede.

Por essa razão também, a Marsans interpôs um processo de tribunal em Madrid à IATA, alegando que esta “está a assumir um critério arbitrário que põe em risco os 4000 empregados da empresa”.

Este processo poderá resultar numa providência cautelar.

Quanto à situação da empresa, Constantino Pinto esclarece que “tudo está a funcionar na normalidade e que os problemas de tesouraria com que nos deparámos continuam a ser resolvidos, conforme vamos recebendo os financiamentos pedidos”.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *