“Pousadas de Portugal são mais do que uma marca, são um compromisso com todos os portugueses”

Por a 20 de Abril de 2017 as 0:30

Celebrou-se, esta quarta-feira, no Palácio Nacional de Queluz, os 75 anos das Pousadas de Portugal, cuja primeira unidade surgiu em Elvas em 1942.
A comemoração do aniversário foi presidida pelo Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, que aproveitou a ocasião para evocar o passado da história das Pousadas de Portugal.
“As Pousadas foram, até aos anos 60, exemplos singulares de presença do Estado numa visão mista de chamada de atenção regional de cultura popular no estilo do regime autoritário e de ambições turísticas”, relembra. “Hoje, a grande interrogação é saber se o horizonte aberto tem condições duradouras, sustentadas de futuro. Ouso afirmar que tenho a certeza que tem. Se for demonstrará o inequívoco mérito, da Enatur, da entidade privada e concessionária o Grupo Pestana”, afirmou.
Marcelo Rebelo de Sousa ressalvou ainda que o sucesso das Pousadas de Portugal deve-se ainda ao “mérito de uma história que é mais do que uma marca, é um compromisso para com os portugueses, mérito de um futuro que já começou, cá dentro e lá fora, e que tem tido, para ser excepcional, no domínio estratégico do nosso Turismo, uma área crucial”.

Reforçar o projecto
Por sua vez, Luís Castanheira Lopes, presidente das Pousadas de Portugal, aproveitou o momento para enaltecer o papel das Pousadas de Portugal na “preservação do património, afirmação da nossa cultura a par da qualificação e diferenciação da nossa oferta hoteleira”.
O responsável destacou ainda o facto da marca Pousadas de Portugal ser das “mais importantes” do sector turístico nacional. “As Pousadas cumprem o seu dever e estão a desenvolver a sua actividade em prol do Turismo português”, sublinhou.
Luís Castanheira Lopes
Castanheira Lopes indicou também que “as Pousadas constituem uma referência no Turismo português, certamente a sua marca com maior notoriedade nacional e internacional”, uma realidade, afirmou, que “o Grupo Pestana pretende ver aumentada”. Segundo o responsável, “estamos a trabalhar na melhoria da rede das Pousadas em Portugal e na sua internacionalização, com a convicção de ainda reforçar este projecto vencedor”.

Na celebração dos 75 anos das Pousadas de Portugal, que decorreu no Palácio Nacional de Queluz, esteve ainda presente a secretária de Estado do Turismo, assim como o presidente do Turismo de Portugal, da CTP, a presidente executiva da AHP, vários autarcas de municípios onde as Pousadas estão presentes e vários operadores.
Foram ainda atribuídas várias distinções, nomeadamente à RTP, Viagens Abreu e aos dois colaboradores mais antigos das Pousadas de Portugal.

Um comentário

  1. Joaquina cabecinha

    23 de Abril de 2017 at 9:00

    As Pousadas para mim são conforto são historia os funcionários sabem receber esclarecer têm atenções.sempre que posso é o meu passeio preferido.Bem hajam

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *