Turismo Porto e Norte critica “sucessivos cortes” na promoção

Por a 16 de Fevereiro de 2017 as 13:42
Melchior-Moreira

O presidente da Turismo do Porto e Norte de Portugal (TPNP), Melchior Moreira, elogiou hoje a performance deste destino, mas alertou que “não se pode avançar sem investimento”, criticando os “sucessivos cortes” que podem pôr o “potencial turístico em causa”.

“Temos tido motivos para celebrar. Temos tido todas as razões para nos orgulharmos do trabalho que temos feito no desenvolvimento da promoção da marca Porto e Norte e da marca Portugal (…). Mas, com os sucessivos cortes que temos vindo a sofrer nas rubricas da promoção, este potencial turístico pode ser posto em causa”, disse Melchior Moreira, citado pela Agência Lusa.

O responsável falava na  sessão de abertura do Fórum Internacional do Turismo que decorre esta quinta-feira, em Vila Nova de Gaia,
Melchior Moreira recordou que a cidade do Porto venceu recentemente o título de melhor destino europeu, olhando para distinção alcançada pela terceira vez como um “reconhecimento de toda a Europa”, mas também como sinal de que “a responsabilidade aumentou”.

“O destino Porto e Norte no ano 2016 fecha com um número muito próximo dos valores que estavam previstos para 2020: chegar a sete milhões de dormidas. Tivemos um crescimento de dormidas na ordem dos 10,7, alcançando 6,8 milhões de dormidas. No mercado ibérico, o crescimento foi de 7,8 em relação a 2015, valores que se traduzem em mais de 289 mil dormidas”, descreveu o presidente da TPNP.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *