Luís Araújo e Rui Moreira desvalorizam polémica sobre o Porto

Por a 16 de Fevereiro de 2017 as 17:51
Porto

O presidente do Turismo de Portugal, Luís Araújo, garantiu, no Fórum Internacional do Turismo, que se realizou em Vila Nova de Gaia, “que todos ficaram felicíssimos” com a eleição do Porto como melhor destino europeu, após uma semana que ficou marcada pelas críticas à instituição por não ter destacado a eleição da cidade nas suas redes sociais.

É um ponto extremamente positivo para o país que o Porto seja o melhor destino europeu. É a prova de que há trabalho bem feito, tanto do ponto de vista dos empresários como das entidades públicas em captar turistas em dar-lhes a melhor experiência possível e em fidelizá-los”.

Sem responder directamente à questão sobre se existiu ou não uma falha na promoção e comunicação deste prémio, Luís Araújo apontou que o mesmo foi divulgado através das 23 delegações internacionais da Turismo de Portugal para que chegasse até aos meios de comunicação internacionais e reforçou o potencial da cidade do Porto.

Já o presidente da Câmara do Porto, Rui Moreira, preferiu desvalorizar a polémica à volta da falta de promoção do prémio. “O que aconteceu foi um desabafo da minha parte relativamente àquilo que me pareceu não ter sido o empenhamento devido. Mas não vamos chorar sobre o leite derramado. Não tem nada a ver com falta de reconhecimento. Tem a ver com máquinas centralistas que muitas vezes não dependem dos principais responsáveis. Temos uma excelente relação quer com a secretaria de Estado, quer com o Luís Araújo”.

Recorde-se que viajantes dos Estados Unidos, Reino Unido, França, Dinamarca, África do Sul, Coreia do Sul, Suécia, Irlanda e Canadá, num total de mais de 135 mil votos, elegeram o Porto como melhor destino europeu 2017, sendo que em segundo e terceiro lugar ficaram, respectivamente, as cidades de Milão (Itália) e Gdansk (Polónia).

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *