MICE, Turismo Religioso e Enoturismo em destaque no programa de ‘hosted buyers’ da BTL 2015

Por a 24 de Novembro de 2014 as 13:03

O programa de ‘hosted buyers’ da edição do próximo ano da BTL – Feira Internacional de Turismo, que acontece de 25 de Fevereiro a 1 de Março de 2015, vai contar com várias novidades.

Segundo Fátima Vila-Maior, directora da BTL, num encontro com a imprensa, o programa de ‘hosted buyers’ pretende corrigir alguns erros que aconteceram na edição passada e contribuir para “alavancar o negócio das empresas portuguesas e aumentar a notoriedade do destino”.

Os mercados de aposta no programa de ‘hosted buyers’ serão os mercados tradicionais – Alemanha, Reino Unido, Espanha, Holanda, Escandinávia -; mercados intercontinentais como o Brasil, onde a “grande aposta será o segmento MICE”; Colômbia e Panamá, nos quais será promovido o Turismo Religioso; Estados Unidos da América e Canadá com aposta no segmento de MICE e no Enoturismo. A directora da BTL esclarece ainda que haverá uma aposta para dar a conhecer o nosso País aos mercados emergentes da China e Índia.

Para a responsável, este programa tem como prioridade “dar a oportunidade a empresas pequenas que criam que não têm capacidade para estar nas feiras lá fora de poderem contactar com os operadores turísticos internacionais”.

A TAP, Turismo de Portugal, Associação Portuguesa de Agências de Viagens e Turismo, hotéis de Lisboa – Dom Pedro Palace, SANA e Sheraton Lisboa -, e DMC’s – Citur, Oásis Travel e TA DMC – são os parceiros da BTL neste programa.

Ao longo destas quatro últimas edições da BTL, o programa de ‘hosted buyers’ contou com 600 empresas, 945 ‘hosted buyers’ provenientes de 29 países, com um total de 6726 reuniões agendadas.

Nova Plataforma

A partir de meados de Janeiro do próximo ano, a nova plataforma para agendar as reuniões entre as empresas presentes na BTL e os ‘hosted buyers’ convidados, vai estar disponível. A plataforma é completamente nova e mais ‘user friendly’, garante José Paulo Pinto, responsável da BTL pela área de visitantes. “A plataforma será mais ‘friendly’ para facilitar o contacto entre as empresas e os ‘hosted buyers’”, esclarece.

Através da password e utilizador que a BTL irá fornecer às empresas participantes também em Janeiro, vai ser possível elaborar um perfil da empresa, com respectivo sector de actividade, mercados de interesse, entre outras informações, que estará disponível aos ‘hosted buyers’ para estes marcarem as reuniões. O responsável garante que esta plataforma será “mais eficaz” para os respectivos utilizadores.

O programa de ‘hosted buyers’ vai ser complementado com vários pré-tours por diversas regiões de Portugal.

Público final

No que refere ao público final, a BTL vai desenvolver uma aplicação para smartphones onde podem ser consultadas as promoções disponíveis dos hotéis e agências de viagens para o consumidor final. Fátima Vila Maior realça que as empresas presentes na BTL devem ter programas específicos para vender na feira nos dias de público, que possam ser promovidos anteriormente na aplicação. “Devem formatar a venda. Esse é o caminho”.

 

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *