MSC Fantasia: o novo glamour do Mediterrâneo

25 de Fevereiro de 2009 às 6:49 por Fátima Valente

Porto de Nápoles, 18 de Dezembro de 2008. Cerca de 2500 convidados, entre representantes, agentes e jornalistas estão a postos para o baptismo do MSC Fantasia, o 10º navio de cruzeiros da MSC que, como já vem sendo tradição na companhia italiana, tem Sophia Lauren como madrinha.

 mf_reception_04.jpg

 A cerimónia foi pensada ao mais infímo detalhe: uma tenda gigante instalada no porto permite aos convidados assistirem ao embate do champanhe no casco do navio, seguindo-se-lhe algumas horas de música ligeira italiana. Pelo meio, escutam-se declarações da família Aponte (proprietária da MSC), e de Sophia Lauren, que entre as exaltações à beleza de Nápoles, repetem à exaustão: “Este é o navio mais belo do mundo”. Luxo e requinte

Mais alto do que a Torre de Pisa e mais comprido do que a Torre Eiffel deitada (333.3 metros de comprimento; 37.92 metros de largura e 66.8 metros de altura), o mais recente navio da frota da MSC tem capacidade para 3274 passageiros, num total de 1.637 cabinas.
O?MSC Fantasia combina a elegância italiana (de que são exemplo as escadas Swarosvky na recepção), com a mais recente tecnologia. Nas infra-estruturas de lazer, por exemplo, o navio conta com um simulador de fórmula F1 e cinema 4D, além de um Sports bar, com TV incrustadas nas mesas.

À parte estes e outros mimos (como Spa, solarium, pista de jogging, court de squash, ténis e basquetebol, quatro piscinas, seis restaurantes, duas discotecas, e anfiteatro com espectáculo diário), o MSC Fantasia conta com uma área Vip com direito a mordomo: o MSC Yatch Club. A experiência de primeiríssima classe é restrita aos passageiros das 99 suites do Yatch Club, e inclui áreas reservadas como piscina e solarium, lounge panorâmico, entrada directa para o Spa e elevadores privativos.

Passagem por Lisboa

O MSC Fantasia tem circuitos no Mediterrâneo durante todo o ano. No Inverno as propostas incluem programas de nove dias por Itália, Grécia e Egipto, ou Itália, Espanha, Portugal e Gibraltar, e 12 dias, com passagem por Itália, Espanha, Gibraltar, Madeira e Canárias. No Verão, a opção varia entre os programas de oito dias/ sete noites (Itália, Tunísia, Baleares, Espanha e França) e 12 dias/ 11 noites, por Itália, Espanha, Gibraltar, Madeira e Canárias. As crianças até aos 18 anos não pagam.
Este navio de cruzeiros já esteve em Lisboa duas vezes: a primeira dias antes da inauguração, a segunda no fim de ano. Em 2009, o navio fará seis escalas em Lisboa, ficando em aberto a possibilidade de em 2010 fazer embarques e desembarques neste porto. “Portugal é um mercado estratégico, mas nem todos os portos estão equipados para navios deste porte”, justificou Leonardo Massa, director comercial da MSC para o Sul da Europa.
Sobre o mercado nacional, Leonardo Massa acrescentou que os portugueses “gostam de inovação” e que vão ter de se habituar a comprar mais cedo para não correrem o risco de o MSC Fantasia esgotar no Verão. Aliás, repartir as vendas pelos 12 meses do ano é outra das mudanças que Massa gostaria de ver concretizada, para quebrar a sa­zonalidade. Mas essa é uma realidade ainda distante, admite.

Em 2008, a Nortravel cresceu 25% na venda de cruzeiros MSC, tendo fechado o ano com 1,1 milhões de euros de facturação neste produto. Incluindo os produtos MSC e cruzeiros Nortravel, a empresa de António Gama facturou quatro milhões de euros, tendo ultrapassado os 3.000 passageiros.

*A jornalista viajou para Nápoles a convite da Nortravel

     
  • Artigos Relacionados

    No related posts.

Deixar uma resposta